Arquivos do Blog

GUIA DE TAXA DE INCÊNDIO, QUE CUSTARÁ ENTRE R$ 23 E R$ 1.436, JÁ PODE SER IMPRESSA PELO SITE

taxabombeiro

Taxa sofreu um reajuste de 5,8%, com relação ao ano passado. Foto: Guilherme Pinto

 Já está disponível para impressão a guia da Taxa de Incêndio de 2015 (ano-base 2014). De acordo com o Fundo Especial do Corpo de Bombeiros (Funesbom) — responsável pela emissão do documento e pela arrecadação — os valores a pagar vão variar entre R$ 23,94 (para imóveis com até 50 metros quadrados de área construída) e R$ 1.436,31 (bens não residenciais com mais de mil metros quadrados) este ano — um aumento de 5,8%, com relação ao ano anterior. As datas de vencimento vão de 11 a 15 de maio, de acordo com o número final do Corpo de Bombeiros (CBMERJ), impresso na conta de 2014. As cobranças também serão enviadas via Correios.

Em casos de casas com área construída de até 50 metros quadrados, não haverá pagamento da taxa, pois é concedida a isenção a proprietários e inquilinos desses imóveis. Para os apartamentos, no entanto, mesmo que a metragem esteja abaixo de 50 metros quadrados, o recolhimento deverá ser feito.

Quem não souber o número do CBMERJ poderá consultar o site do Funesbom (http://funesbom.com.br), desde que tenha em mãos o número de inscrição predial, que consta do carnê do IPTU. Em seguida, bastará informar o município.

O pagamento da taxa poderá ser feito em qualquer banco. Segundo o Artigo 1º da Lei estadual 3.686/2001, aposentados, pensionistas ou portadores de deficiência física também têm o direito de solicitar a isenção de pagamento, desde que ganhem até cinco salários mínimos por mês (R$ 3.940) e morem em imóveis de até 120 metros quadrados. Para isso, o requerimento deve ser feito no site do Funesbom. Em seguida, deve-se imprimir o pedido e levá-lo a um quartel dos Bombeiros que tenha atendimento disponível.

taxa2

 

FONTE: Agência O Globo Extra

Anúncios

TECNOLOGIA QUE TRANSFORMA QUALQUER SUPERFÍCIE EM TELA TOUCH JÁ ESTÁ À VENDA

omnitouch1

Transformar uma parede, por exemplo, em uma interface touch pode ser muito útil para professores ministrarem aulas, para jogar games interativos ou até mesmo para lojas demonstrarem seus produtos. A tecnologia que antes era um protótipo criado pela startup Ubi, utilizando o Kinect da Microsoft para o Windows, está pronta para chegar aos consumidores e seu período de vendas foi iniciado. As informações são do CNET.

A Microsoft anunciou que a Ubi tem trabalhado em cojunto com mais de 50 organizações para desenvolver o software e, agora, está aceitando as primeiras encomendas para o seu sistema. “Queremos que a colaboração humana e informação estejam a uma distância de apenas um toque de seu dedo, não importa onde você esteja”, afirmou no blog oficial da empresa Anup Chathoth, cofundador e CEO da Ubi. “Ao tornar possível transformar qualquer superfície em uma tela sensível ao toque, nós eliminamos a necessidade de um hardware para a tela e, assim, reduzimos os custos e ampliamos as possibilidades para permitir exposições interativas em locais onde antes não eram viáveis, como em paredes em espaços públicos”.

O projetor reflete a imagem em um vidro e um sensor Kinect, do outro lado, é usado para rastrear os movimentos dos usuários, permitindo que eles interajam com o sistema usando apenas o toque, como fariam utilizando um smartphone ou um tablet. O sistema do Kinect opera nativamente com a interface touchscreen do Windows, permitindo que os ícones possam ser acessados apenas com um toque e fotos ampliadas usando recursos multitouch.

Devido ao mapeamento 3D do Kinect, o sistema é capaz de dizer quando os usuários fizeram um clique completo, ao invés de apenas pairar com seus dedos sobre a tela, o que permite que os usuários folheiem páginas ou as percorram sem acabar selecionando itens com cada movimento que fizerem.

Para que o sistema funcione, os usuários precisam de um computador rodando o software desenvolvido pela Ubi, um projetor e o Kinect para Windows. O software da Ubi é comercializado em quatro pacotes distintos variando entre o Basic por US$ 149 (R$ 345) e o Enterprise por US$ 1.499 (R$ 3.477). O Kinect para Windows custa US$ 250 (R$ 580).

Fonte: Canal Tech – 19/08/2013

MILITARES NA SEGURANÇA DO PAPA JÁ SÃO QUASE 10 MIL

Papa-Francisco-I

As manifestações das últimas semanas levaram a coordenação de segurança da Jornada Mundial da Juventude (JMJ) a aumentar o efetivo de militares que vai cuidar da segurança do papa Francisco a partir do dia 23.

Como a Folha publicou no sábado, os protestos causaram preocupação entre os responsáveis pela proteção ao pontífice. O número de militares sobe de 8.500 para 9.700 –desse total, 7.400 são do Exército.

Dois caças (um F-5 e um Supertucano) ficarão de prontidão para o caso da necessidade de interceptação de uma aeronave.

A Polícia Militar ainda não fechou o planejamento mas o número de PMs envolvidos no evento deve chegar a 6.500.

Enquanto conclui o seu plano, a PM já decidiu interromper folgas, férias e licenças dos policiais. Todos eles estão cumprindo jornadas de 12h. A medida iniciada na Copa das Confederações foi mantida nessa semana de manifestações e deve chegar à JMJ.

Em pelo menos uma reunião na semana passada, os responsáveis pela inteligência na Polícia Federal e nas Forças Armadas se mostraram preocupados com alguns pontos da agenda, como também com os deslocamentos do papa pela cidade.

Teme-se que pessoas se infiltrem entre os peregrinos para gerar pânico na multidão. Principalmente nas missas que serão celebradas em Copacabana, na zona sul, e em Guaratiba, na zona oeste.

Fonte: http:// www1 .folha .uol. com. br /poder /2013 /07 /1308283-militares-na-seguranca-do-papa-ja-sao-quase-10-mil.shtml

DILMA VETA NOVA DISTRIBUIÇÃO DE ROYALTIES PARA ÁREAS JÁ LICITADAS

dilma_educa

A presidente Dilma Rousseff sancionou nesta sexta-feira, 30, com vetos, o projeto aprovado pelo Congresso com a nova fórmula de rateio da compensação financeira paga pelas empresas que exploram petróleo e gás no País. A informação foi dada pela ministra da Casa Civil, Gleisi Hoffman, durante entrevista coletiva.

Os vetos fazem parte da estratégia do Planalto para tentar evitar uma batalha jurídica entre Estados por conta dos royalties do petróleo e, ao mesmo tempo, garantir que o dinheiro seja aplicado na área de Educação.

De acordo com Gleisi, a Medida Provisória com a nova distribuição valerá para contratos firmados a partir da data de hoje. Essa medida atende ao pleito de Estados como o Rio de Janeiro e o Espírito Santo, responsáveis por mais de 90% da produção de petróleo brasileira.

Segundo o ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, a lei votada pelo Congresso violava um direito assegurado e os vetos, portanto, asseguram os contratos já firmados. “Estamos fazendo um aperfeiçoamento da lei”, disse Lobão.

Já o ministro da Educação, Aloizio Mercadante, afirmou que os royalties de futuras concessões irão para a área da Educação. “Não há futuro melhor do que investir na Educação”, disse.

Fonte: http://estadao.br.msn.com/economia/dilma-veta-nova-distribui%C3%A7%C3%A3o-de-royalties-para-%C3%A1reas-j%C3%A1-licitadas

%d blogueiros gostam disto: