Arquivos do Blog

NOVEMBRO AZUL: CAMPANHA NACIONAL DE CONSCIENTIZAÇÃO SOBRE O CÂNCER DE PRÓSTATA

Novembro Azul 2014

 

O Instituto Lado a Lado pela Vida idealizou o movimento Novembro Azul e, em parceria com a Sociedade Brasileira de Urologia, promove uma campanha nacional a favor da saúde masculina.

O câncer de próstata é o câncer mais frequente no sexo masculino, ficando atrás apenas do câncer de pele não melanoma. Estatísticas apontam que a cada seis homens, um é portador da doença. A estimativa é de que, em 2014, 69 mil novos casos sejam diagnosticados, ou seja, a descoberta de um caso a cada 7,6 minutos.
No intuito de conscientizar a população masculina sobre a doença, visando a diminuir a taxa de mortalidade, que ainda é alta, o Instituto Lado a Lado pela Vida e a Sociedade Brasileira de Urologia (SBU) desenvolvem o Novembro Azul, uma iniciativa que já faz parte do calendário nacional das campanhas de prevenção no Brasil. O objetivo é combater a doença e, principalmente, motivar a população masculina a fazer exames preventivos.
O calendário de atividades do Novembro Azul 2014 conta com diversas ações em todos os estados brasileiros, que contemplam a iluminação de pontos turísticos e monumentos, palestras informativas para leigos, ações em estádios, intervenções em eventos populares e pedágios em locais de grande circulação, além de um fórum no Congresso Nacional e no Senado Federal.
“A campanha tem sido referência na missão de orientar a população masculina a cuidar melhor da saúde e procurar o médico com mais frequência. Os homens são mais resistentes à ideia de ir regularmente ao médico e, por isso, acabam descobrindo a doença em estágio já avançado”, diz Marlene Oliveira, presidente do Instituto Lado a Lado pela Vida.
“Depois do aparecimento dos sintomas, mais de 95% dos casos de câncer de próstata já se encontram em fase avançada. Por isso, é importante o exame regular através do toque retal e do PSA periodicamente”, afirma Carlos Corradi Fonseca, presidente da SBU.
A SBU recomenda que homens a partir de 50 anos procurem seu urologista para discutir a prática e a realização da avaliação. Aqueles com maior risco da doença (história familiar, raça negra) devem procurar o urologista a partir dos 45 anos. Os exames consistem na dosagem sérica do PSA e no exame digital retal, com periodicidade anual.
Esta prática está relacionada à diminuição de cerca de 21% na mortalidade pela doença em estudos de grande porte e longo seguimento.

Sobre o Câncer de Próstata:
A próstata é uma glândula do aparelho reprodutor masculino, que pesa cerca de 20 gramas, de forma e tamanho semelhantes a uma castanha. Ela localiza-se abaixo da bexiga e sua principal função, juntamente com as vesículas seminais, é produzir o esperma.
No Brasil, o câncer de próstata é o segundo tipo de câncer mais frequente em homens, após os tumores de pele. A doença pode demorar a se manifestar, exigindo exames preventivos constantes para não ser descoberta em estágio avançado e potencialmente fatal. Ela acontece quando as células deste órgão começam a se multiplicar de forma desordenada. Segundo dados do Instituto Nacional de Câncer (Inca), o câncer de próstata é o sexto tipo mais comum de câncer no Brasil.

Dados:
– A estimativa do Instituto Nacional do Câncer (Inca) para o câncer de próstata em 2014 é de 68.800 novos casos, ou seja, a descoberta de um caso a cada 7,6 minutos.
– Número de mortes em 2011: 13.129, ou seja, um óbito a cada 40 minutos.
– No Brasil, o câncer de próstata é o segundo mais comum entre os homens (atrás apenas do câncer de pele não-melanoma).
– Em valores absolutos é o sexto tipo mais comum no mundo e o mais prevalente em homens, representando cerca de 10% do total de cânceres.

Dúvidas:
– Quais são os exames para detectar a doença?
A recomendação da Sociedade Brasileira de Urologia (SBU) é que homens a partir de 50 anos procurem seu urologista para discutir a prática e a realização da avaliação. Aqueles com maior risco da doença (história familiar, raça negra) devem procurar o urologista a partir dos 45 anos. Os exames consistem na dosagem sérica do PSA e no exame digital retal, complementares para o diagnóstico, com periodicidade anual.

– Por que não posso só fazer o exame de sangue?
Porque cerca de 10 a 20% dos casos não são detectados pela dosagem de PSA no sangue. O exame de toque e o PSA são complementares.

– Quais são os fatores de risco para o câncer de próstata?
• Idade (cerca de 62% dos casos são de homens a partir dos 65 anos)
• Histórico familiar
• Raça (maior incidência entre os negros)
• Alimentação inadequada, à base de gordura animal e deficiente em frutas, verduras, legumes e grãos
• Sedentarismo
• Obesidade
– É possível prevenir?
Evitar a doença, não. Mas é possível diagnosticá-la precocemente, quando as chances de cura são de cerca de 90%.

– Quais são os sintomas?
Na fase inicial, quando as chances de cura são maiores, não há qualquer sintoma. Por isso a importância dos exames. Na fase avançada, quando a cura é mais difícil, o paciente pode sentir: vontade de urinar com urgência, dificuldade para urinar e levantar várias vezes à noite para ir ao banheiro, dor óssea, queda do estado geral, insuficiência renal, dores fortes.

– Quais são as opções de tratamento?
De acordo com a fase do tumor e as características do paciente, o médico poderá definir quais as melhores formas de tratamento. Nos estágios iniciais da doença (tumores localizados e localmente avançados) a prostatectomia radical é o tratamento padrão. Consiste em uma cirurgia para retirada da próstata e apresenta altos índices de cura.

Sobre o Instituto Lado a Lado pela Vida:
O Instituto Lado a Lado pela Vida é uma instituição brasileira sem fins lucrativos, qualificada como Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (OSCIP), idealizada em 2008. Desenvolve conceitos e projetos, além de apoiar e implantar ações voltadas ao campo da humanização em saúde e da atenção integral ao cidadão em diferentes fases da vida.
Preocupado com a saúde do homem, o Instituto criou em 2008 a campanha “Um Toque, Um Drible”, que tem o objetivo de promover uma mudança de paradigmas em relação à ida do homem ao médico para a realização de exames preventivos. A campanha permanece ativa durante o ano todo e, em novembro de 2012, criamos o Novembro Azul. Em 2013, o Novembro Azul superou todas as expectativas, sendo um marco norteador no País. Foram mais de 260 ações realizadas em 23 estados, com a distribuição de 1,5 milhão de folders e o impacto de mais de 30 milhões de pessoas.

Sobre a Sociedade Brasileira de Urologia:
A Sociedade Brasileira de Urologia (SBU) é uma associação científica sem fins lucrativos, representativa dos médicos brasileiros especializados em urologia, especialidade clínica e cirúrgica responsável pelo diagnóstico e pelo tratamento das enfermidades do sistema urinário de ambos os sexos e do sistema genital masculino.
A entidade foi fundada em 13 de maio de 1926 e possui hoje 27 seccionais espalhadas pelo Brasil, com a função de coordenar e monitorar a atividade urológica nas unidades federativas. A SBU congrega cerca de 5 mil profissionais.

 

FONTE: www . sbu . org . br / ? campanha – novembro – azul – 2014

Anúncios

CAMPANHA VAI INCENTIVAR O GOSTO PELA MATEMÁTICA

matematica

Matemáticos têm o desafio de incentivar o gosto por esta ciência entre os brasileiros e preparam uma ofensiva para despertar o interesse de estudantes por meio do Congresso Internacional de Matemáticos, evento que ocorre no Brasil em 2018. Será a primeira vez que a América do Sul recebe o encontro, o maior da categoria em todo mundo.

“Temos no Brasil uma situação particular: um país jovem, que faz a maior olimpíada de matemática do mundo e que a população tem pouco acesso ao conhecimento científico”, disse o presidente da Sociedade Brasileira de Matemática (SBM), Marcelo Viana. Para ele, é preciso incentivar o gosto pela matemática e divulgar a relevância do congresso para o país.

Com antecedência, a SBM e o Instituto Nacional de Matemática Pura e Aplicada (Impa) preparam uma série de atividades e práticas educativas divertidas para incentivar os jovens. A primeira delas será o lançamento de uma campanha para crianças, na sede do Impa no Rio na terça-feira (18).

A ideia é apresentar um programa de aulas com experimentos práticos, que será enviado para escolas de todo o país e anunciar o concurso de logomarca do congresso para estudantes. “Por que o fundo das latinhas de refrigerante é curva? Por que a bola de sabão assume aquela forma? Tudo tem uma matemática, que permite economizar nos custos de produção sem perder no volume”, disse o professor do Impa, Emanuel Carneiro, que participa com a palestra Quinze Motivos para Aprender Matemática! Todo material será disponibilizado na internet.

O edital do concurso também será apresentado nos próximos dias. A expectativa é que, entre os prêmios, o estudante vencedor ganhe passagem e hospedagem para participar do congresso de matemáticos em 2018. O evento ocorre a cada quatro anos e reúne cerca de 10 mil pessoas para entrega de prêmios e palestras. A próxima edição será em agosto na Coreia do Sul.

Fonte: A Tarde – 09/02/2014

CAMPANHA QUER ARRECADAR APARELHOS ELETRÔNICOS EM ESTAÇÕES DO METRÔ DO RIO

lixo_eletronico-350x250

Incentivar as pessoas a doar aparelhos que não servem mais é a intenção da campanha Natal da Eletrorreciclagem que está ocorrendo desde o dia (11) ao dia 21 de dezembro. As estações do metrô da Pavuna, Central, Carioca e Ipanema/General Osório, na capital fluminense, receberão das 8h à 18h, eletrodomésticos que serão reciclados e reaproveitados.

A campanha – da Secretaria Estadual do Ambiente do Rio de Janeiro em parceria com a concessionária Metrô Rio – está na terceira edição e conta este ano com a participação das Fábricas Verdes, que são espaços voltados à reciclagem e ao reaproveitamento de produtos descartados. “Com esse trabalho das Fábricas Verdes nós transformamos lixo eletrônico em inclusão digital, porque essas pessoas são treinadas para ter acesso à rede, à informação e assim aumentar a sua cidadania”, explicou o secretário estadual do Ambiente, Carlos Minc.

Segundo Minc, a cada três computadores recolhidos na campanha um é montado nas Fábricas Verdes e, posteriormente, doado a telecentros digitais espalhados em comunidades do Rio de Janeiro.

De acordo com a superintendente de Território e Cidadania da Secretaria do Ambiente, Ingrid Gerolimich, nas duas primeiras edições da Natal da Eletrorrecilcagem foram coletadas 13,5 toneladas de aparelhos descartados. “A gente está falando de todo um trabalho de mobilização da população para saber o que fazer com esse resíduo eletroeletrônico que as pessoas têm em casa e muitas vezes não sabe como dar a destinação correta”, disse a superintendente ao acrescentar que a expectativa deste ano é dobrar a quantidade de material recolhido.

Com apenas oito anos de idade, Nathally Thayanne da Rocha, acordou cedo para acompanhar a mãe, funcionária da Secretaria do Ambiente, e que estava trabalhando na conscientização dos usuários do metrô na estação Carioca, no centro da Rio. A menina contou que pediu à mãe que doasse um computador antigo. “É bom reciclar para ajudar a proteger o meio ambiente. Tem muita gente vindo aqui e eu acho isso muito bom e importante”, disse.

O alvo da iniciativa é preferencialmente eletrônicos como televisores, computadores e teclados, aparelhos de DVD, videocassete, rádios, além de celulares e carregadores. Os postos não receberão pilhas, baterias, lâmpadas e eletrodomésticos maiores, como geladeiras e fogões.

Fonte: Agência Brasil – 11/12/12

DJANIRA FELIPE EM CAMPANHA PARA VEREADORA

%d blogueiros gostam disto: