Arquivos do Blog

LOJAS ON-LINE DEMORAM ATÉ 46 DIAS PARA FAZER ENTREGAS, APONTA PESQUISA

compras_online

O e-commerce brasileiro pode demorar até 46 dias para fazer uma entrega. A informação faz parte de um levantamento realizado pela Sieve Price Intelligence, especialista de inteligência de preços, entre os dias 27 e 30 de abril, em 10 sites, com ao menos 47 mil combinações entre CEPs das cinco regiões do país e 219 produtos.

Ainda de acordo com o estudo, em média, o e-commerce entrega em até 12 dias os pedidos e também tem prazo mínimo de entrega de um dia. Em relação ao valor, o preço máximo de frete encontrado foi de R$ 1.344 e o médio, de R$ 67. O menor frete cobrado, sem considerar o frete grátis, é R$ 1,50.

Quando analisado o percentual médio do valor do frete sobre o preço do produto, o departamento de bicicletas e fitness tem o maior percentual, com 26%. Em seguida estão os eletroportáteis, com 8%, os refrigeradores e som leve (5% cada) e os queimadores (4%). Os televisores e equipamentos de informática são os que possuem menor percentual: 1% cada. Na prática, isso significa que se uma televisão custar R$ 1 mil, em média, o frete custará R$ 10. O percentual médio de todos os produtos é de 3%.

Por fim, de todas as possibilidades monitoradas, a categoria com maior percentual de frete grátis é a de ferramentas, com 48%. Os televisores e os chamados “linha branca” vêm em segundo lugar, com 30% cada, seguidos dos refrigeradores e eletroportáteis (27% cada). A única categoria analisada que não teve frete grátis foi a de câmeras e filmadoras, com 0%.

Segundo Jefferson Costa, Gerente de Inteligência de Mercado da Sieve, essas informações são essenciais para que o varejista desenvolva uma estratégia de frete e prazo de entrega em campanhas sazonais, para que em alguns produtos ele consiga aumentar a receita de frete e entregar num prazo menor que a concorrência.

 

Fonte: E-commerce News – 08/06/2015

Colaboração Adolpho Ladeira – Analista de Mercado – Panorama Rio ECT

Anúncios

AUTENTICAÇÃO BIOMÉTRICA SERÁ ADOTADA POR 30% DAS EMPRESAS ATÉ 2016

control_de_acceso_biometrico

Um estudo do Instituto Gartner revelou que, até o final de 2016, cerca de
30% das empresas utilizarão autenticação biométrica nos dispositivos
móveis. Atualmente, esse índice gira em torno de 5%.

A Apple, com o iPhone 5S, e a Samsung, com o Galaxy S5, já possuem
autenticação biométrica. A LG também sinaliza que pretende utilizar
tecnologia similar no LG G3.

Por causa da maioria das empresas, que adota senhas complexas em
computadores e notebooks, o mercado de dispositivos móveis tem agido na
implantação de soluções para o usuário.

Fonte:http : // gtnr . it/ 1owZrHv

%d blogueiros gostam disto: