Arquivo da categoria: Motivacional

TOLERÂNCIA – É O DEVER DE CASA DOS HOMENS

download (1)

Aprender a conviver com as diferenças  é excercitar a tolerância, e ao mesmo tempo, colocar em evidência  a responsabilidade virtuosa de quem tem uma visão ampla. (Djanira Felipe)

A sabedoria superior tolera, a inferior julga; a superior perdoa, a inferior condena. Tem coisas que o coração só fala para quem sabe escutar!  (Chico Xavier)

Anúncios

01 DE OUTUBRO – DIA DO VENDEDOR

carta

Amigos,

Em face ao que observo e vivencio em relação ao atendimento ao Cliente, pelo dia do vendedor, homenageio a todas as pessoas. Afinal todos e cada um indivíduo de alguma forma é vendedor e cliente. Deixo essa carta para reflexão. E parabenizo àqueles que reconhecem o valor do seu cliente. Djanira Felipe – Mulher que escreve. Mulher que faz. E sabe o porquê.

carta-de-um-cliente-1-638

O PROFISSIONAL DE RECURSOS HUMANOS

 

rh-400x430

Por Djanira Felipe de Oliveira.

Hoje é comemorado o Dia do Profissional de RH, e gostaria de acreditar que todas as pessoas das organizações sabem da importância dessa área e desses profissionais.

No dia 3 de junho de 1976 foi fundada a WFPMA (World Federation of People Management Associations), Federação Mundial das Associações de Gestão de Pessoas e foi instituída por todas as federações internacionais como o dia em homenagem ao profissional de Recursos Humanos.

Os profissionais de RH têm a importante função de desenvolver ações visando a promover o crescimento e estimular à motivação dos empregados de forma que a satisfação dos mesmos seja traduzida em resultados para a organização e bem-estar na vida pessoal.

Lembro de um tempo no qual a área de RH era considerada uma caixa-preta, pelo caráter de execução administrativo e que nos dias de hoje, não há espaço para essa denominação porque com os recursos tecnológicos, as matrizes de capacitação existentes e profissionais de RH que gostem de tratar pessoas como pessoas e não como coisas, podem ser considerados lideranças capazes de perceber os talentos e desenvolverem habilidades, conforme o perfil de cada um dos membros da sua equipe levando-os ao alcance do objetivo da organização, frente aos cenários extremamente competitivos que o mercado oferece.

Na vida, na família ou no trabalho, seja onde for cada pessoa é única.

Parabéns a todos os profissionais de Recursos Humanos!

Visite o meu site: www.djanirafelipe.com.br navegue por meio dos links do site para os outros canais.

 

 

06 DE ABRIL – DIA INTERNACIONAL DO ESPORTE PARA DESENVOLVIMENTO E PAZ

mat34-801x400

A Assembléia Geral das Nações Unidas instituiu a data de 06 de abril como o Dia Internacional do Esporte para Desenvolvimento e Paz. O projeto criado por uma iniciativa do Comitê Olímpico Internacional (COI) e anunciado oficialmente na sede das Nações Unidas em agosto, a data serve para promover o papel do esporte como um instrumento de serviço social e uma ferramenta universal para a paz.
O PNUD (Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento) comemora a ação, que marca uma nova etapa nos esforços para destacar os benefícios do esporte e do estilo de vida saudável no desenvolvimento social pleno, o esporte como uma ferramenta de desenvolvimento importante, que aumenta a auto-confiança, capacita os jovens e promove a saúde. O esporte possui uma linguagem comum, internacional, e pertence a todos, sendo um forte fator de unificação no processo de transformação de conflitos e construção da paz.
Para tornar a campanha mais atraente e convencer o público sobre as questões relacionadas ao desenvolvimento, tolerância e paz o PNUD nomeou personalidades do mundo esportivo como embaixadores da boa vontade. Alguns nomes se destacam, como Ronaldo ‘Fenômeno’, Zinédine Zidane, Didier Drogba, Iker Casillas, Marta Silva (jogadora brasileira de futebol) e Maria Sharapova. Todos irão ceder suas imagens para promover a causa, destacando como o esporte pode contribuir para a educação, saúde, igualdade de gênero, inclusão social, solidariedade, tolerância, desenvolvimento e a paz.
– Vai ajudar a espalhar a consciência sobre a importância do esporte como ferramenta para construir um mundo melhor e mais pacífico, e reconhecer o potencial do esporte para criar uma mudança social positiva em todo o mundo. É também uma oportunidade de nos unirmos e comemorarmos juntos – disse Didier Drogba, em nome da equipe do PNUD.
Todos os embaixadores estarão nas próximas campanhas para comemorar o Dia Internacional do Esporte para Desenvolvimento e Paz. Todos juntos, como uma equipe unida.

FONTE: lancenet . com . br / minuto / Internacional – Esporte – Desenvolvimento – Paz – criado _ 0 _ 1112288837 . html # ixzz3Vp7dyytZ

MULHERES SÃO DONAS DE 43% DOS NEGÓCIOS NO BRASIL, DIZ ESTUDO

wdb5-150ppp-e1425306135103[1]

São Paulo – Entre os negócios existentes no Brasil, 43% pertencem a mulheres empreendedoras, em sua maioria com pequenas e médias empresas, segundo informou um estudo divulgado nesta segunda-feira pela ‘Serasa Experian’.

O estudo, inédito e baseado em dados oficiais, revela que o Brasil possui 5.693.694 mulheres empreendedoras que representam 8% da população feminina do país.

Segundo o estudo, 43% dos donos dos negócios no Brasil são do sexo feminino e do total de mulheres, 73% são sócias de pequenas e médias empresas.

Mas quando o alvo são as grandes empresas, apenas 0,2% das mulheres empreendedoras brasileiras são sócias nestas companhias.

A idade média das mulheres empreendedoras é 44 anos, de acordo com o relatório.

E a maior concentração de mulheres empreendedoras (52,06%) se encontra na região sudeste.

Fonte: Exame – 23/02/2015
Colaboração Adolpho Ladeira – Analista de mercado

10 MOTIVOS PARA VOTAR EM CRIVELLA GOVERNADOR

PESSOAS IDOSAS RECEBEM CAPACITAÇÃO PARA NAVEGAR NA INTERNET

idosos_arquivo

Criar uma conta no facebook e ampliar a rede de amigos foram os primeiros frutos que o barbeiro aposentado Altevir de Souza Gama, 71, colheu após frequentar o curso de inclusão digital da pessoa idosa, promovido pela Companhia de Comunicação do Paraná (Celepar). “Isso pra mim é um passatempo”, conta Altevir que já tem mais de 1.000 amigos na rede social. As primeiras páginas que ele navega logo cedo são os noticiários de todo o Brasil.

Nesta semana, Altevir participa pela terceira vez do curso, que está sendo oferecido nesta semana, no Colégio Estadual Manoel Ribas, em Curitiba. “O curso mudou muito minha vida, inclusive melhorando minha saúde. Além de ser de graça, fazemos muitos amigos. Eu tinha medo de ligar o computador, porque achava que era muito difícil, mas com incentivo e dedicação de quem nos ensina, até os remédios antidepressivos são evitados”, afirmou ele.

Promover a inclusão social da pessoa idosa através da internet é o foco da iniciativa. Desde o lançamento do programa, no final do ano passado, mais de 600 idosos foram capacitados em Curitiba e em sete cidades do interior do Paraná.

Elas recebem o treinamento sobre noções básicas do uso do computador, internet e redes sociais. “É possível encontrar na internet informações sobre as mais diferentes áreas de interesse”, diz Antônio Carlos Renault Schimaleski, coordenador do Projeto de Inclusão Social da Pessoa Idosa da Celepar. “Imagine uma pessoa que goste de jardinagem ou artesanato, por exemplo. Há muito conteúdo relacionado a esses temas na internet”, afirma.

ESTATUTO – A inclusão na área da tecnologia da informação é prevista no estatuto do Idoso. “O estatuto prevê em um dos seus artigos que é obrigação do poder público a atualização tecnológica da pessoa idosa, mediante a realização de cursos com conteúdos adaptados, de forma a familiarizá-los com recursos de computação inclusive”, explica Schimaleski.

Ele ressalta, ainda, que o Estado está cumprindo seu papel com a atualização do idoso. “Não vamos capacitá-los para o mercado de trabalho, mas sim tirá-lo da segregação através de recursos de tecnologia da informação, ampliando sua rede de relacionamentos”, explica.

INCLUSÃO SOCIAL – Pedagoga, aposentada desde os 45 anos, Cerina Joana Brzezinski, 71, conta que já pensou em contratar uma pessoa para ensiná-la a mexer no computador, pois aprender sozinha é muito difícil. “Isso abre nossos horizontes, pois hoje tudo gira em torno de um computador e da internet. Até mesmo inscrição para festas”, diz ela.

A falta de conhecimento sobre o uso da tecnologia passa a ser um peso na vida da pessoa idosa que não acompanhou os avanços do mundo digital. “Você pode conhecer as coisas, mas se não sabe mexer no computador acaba ficando marginalizado”, comenta dona Cerina. A tecnologia está presente no comércio, com o cadastro de e-mails, a pesquisa de preços e reclamação do direito do consumidor.

SAÚDE – Mais do que promover a inclusão social, a aproximação da pessoa idosa com a tecnologia afasta doenças recorrentes da idade. Apaixonada por música, a aposentada Creusa de Castro Preidum, 75, comenta que o negócio é sair de casa.

“Os médicos geriatras nos aconselham a não ficar em casa por causa daquela doença horrorosa que pega os velhinhos desprevenidos, o tal do Alzheimer”, brinca Creuza. Ela pretende comprar uma impressora e imprimir letras de músicas para tocar no violão.

Depois de doze anos cuidando do marido doente, Creusa afirma que quer fazer todos os cursos que aparecerem. “Só não vou fazer balé porque não dá mais”, diz. Como professora aposentada, ela sente falta do convívio com as pessoas.

O CURSO – Com duração de 12 horas, o curso é realizado em quatro dias. O conteúdo começa com o contato do idoso com o equipamento, familiarizando-se com o mouse e o teclado. Após isso, a ênfase é dada ao acesso à internet e redes sociais. Ainda neste mês de julho, a Celepar promove o curso de Inclusão Social da Pessoa Idosa em Laranjeiras do Sul e Pato Branco.

Fonte: Agência de Notícias Paraná – 09/07/2014

DIA MUNDIAL DA POESIA – TERESA DRUMMOND

AMADOS LEITORES,

Quando algo foi ontem, e nos dar a sensação de que parece que foi ontem, é porque hoje ainda prevalece. Então o artigo da Poetisa, querida amiga, Fundadora e Presidente do PSG – Poeta Saia da Gaveta, Teresa Drummond, é factível de ratificação, e de que façamos compartilhamentos, além de curtir, para que os esclarecimentos e as dicas registrados pela autora cheguem aos corações e despertem poetas que ainda não chegaram às gavetas, mas existem em cada um. Vamos formar UMA CORRENTE DA INSPIRAÇÃO. ACORDE O POETA QUE EXISTE EM VOCÊ! E VENHA PARA O PSG. 

Abraços Fraternos aos seus corações. 

Djanira Felipe. Mulher que escreve. Mulher que faz.

DIA MUNDIAL DA POESIA

DSC00957

Por Teresa Drummond

934808_125935390937524_1013717555_nO Dia Mundial da Poesia celebra-se a 14 de março e foi criado na XXX Conferência Geral da UNESCO em 16 de Novembro de 1999. O propósito deste dia é promover a leitura, escrita, publicação e ensino da poesia através do mundo. E o que é feito efetivamente? No Rio, quase nada, respondo. Existem apenas ações isoladas. Quase ninguém sabe e comemora essa importante data.
Alguns professores e bibliotecários realizam atividades, principalmente com crianças. Mas quem realmente curte esse dia são os próprios poetas. E quem são eles? Onde encontrá-los? No anonimato, todos se reúnem em bares, restaurantes, praças públicas, quiosques, enfim, onde a palavra possa ser dita, mesmo que não haja público. É quase uma troca de figurinhas entre os poetas.
À margem da mídia, portanto, existe um movimento poético contemporâneo que cresceu muito na virada do milênio. Todos os dias há poesia na cidade carioca. E alguns eventos reúnem as tribos. Que é o caso do Festival Carioca de Poesia, promovido pelo Grupo Poesia Simplesmente, concentrado no Teatro Gláucio Gil, em Copacabana, que inclui em sua programação todos os saraus, dos quatro pontos cardeais do Rio. E o Festival de Poesia Falada,realizado pela Associação Profissional de Poetas no Estado do Rio de Janeiro, que destaca e premia, em concurso, os melhores poemas, apresentados no auditório da Biblioteca Nacional. Ambos traçam um perfil do que está sendo produzido. Por fim, no dia 14 de março, todos os poetas pegam o trem da Poesia no Corcovado.
Cada sarau tem sua identidade. A maioria acontece na Zona Sul. Mas um dos mais antigos é o Projeto Cultural Poeta Saia da Gaveta, que fincou sua bandeira no Méier, difundindo a poesia desde 16 de novembro de 1993, há exatos seis anos antes da UNESCO criar o Dia Mundial da Poesia.

Por amor à palavra, quase sem plateia, assim a poesia-hoje se faz: de forma caricatural.

O MAR, O BARCO E A VELA.

 barco1

E quem pode segurar o Mar? O que mais se aproxima do possível é identificarmos certos movimentos baseados no conhecimento, na experiência, no observar do quebrar das ondas, da invasão e do recuo da maré e da ideia de que temos se as águas são ou não são perigosas. Sabemos da diversidade da vida marinha, cheia de beleza e de perigos; sabemos que há uma imensa riqueza, mas sabemos também que há tubarões e outros seres que estraçalham alguém num piscar de olhos.

Todos têm condições de adquirir um barco. Com um pouco de esforço, de aplicação e de disciplina, estamos todos convidados a possuir um barco para estarmos nesse mar. Contudo, apesar do empenho e dedicação, não nos será concedido um motor, mesmo que seu barco seja maior do que os outros; mesmo que seja mais bonito, mais bem cuidado e disponha de equipamentos diferenciados… Nada de motor! Seu barco é colocado no Mar, às vezes, sem qualquer plano náutico, sem informações necessárias sobre as águas em que navegará e, mesmo quando isso acontece tudo se resume numa direção a seguir.

Muitos e muitos barcos estão nessa mesma direção. O cuidado deve ser sempre redobrado para não haver colisões – inevitáveis – que venham a causar danos nos barcos alheios e, consequentemente, no seu próprio. O fato é que, uma vez que seu barco faça água, é questão de tempo para afundar. E aí você estará obrigado a conseguir um outro barco ou ficar à deriva, ao sabor das correntes marítimas.

Há aqueles que se preparam intensamente e/ou se atrevem a cair ao Mar sem um barco, contando com braços fortes em substituição as velas e com o apoio de barcos auxiliares que estão por perto. Porém, o atrevimento é caro e pode causar o naufrágio de todos esses barcos. Há outros também que não contam com esses barcos, por isso não podem ir tão longe e, manterem-se no mar, é um desafio diário.

Como esse barco não possui motor, a vela é primordial. Essa sim, é o diferencial de cada barco! Elas podem ser maiores, mais fortes, mais bem cuidadas ou um farrapo independentemente do barco.

Evidentemente, para alcançar distâncias maiores, ter segurança para sair rapidamente de águas turbulentas e perigosas você precisa de uma atenção muito especial com sua vela. Se deixá-la diminuir, seu barco estará em perigo! No entanto, você pode, a cada milha alcançada, melhorar ainda mais a sua vela, seja com tecidos mais resistentes e/ou maiores; mesmo o mastro sendo de tamanho e forma iguais para todos.

O que realmente faz a diferença não é o Mar ou o barco, é o tamanho e a resistência da sua vela associadas com o içar sempre na hora certa para que os ventos não sejam mal aproveitados.

Às vezes, nos chegam ventos fortes que nos levam às diferentes regiões desse mar; nem sempre seguras, às vezes recompensadoras.

Os mesmos ventos que te levam para a imensidão do Mar são os mesmos que te trazem de volta e te colocam em terra firme. O manuseio da sua vela é que vai lhe assegurar isso. A única certeza é que você precisa estar em terra firme para reparos.

Muitas pessoas estão naufragando porque acham que podem abraçar o Mar, acham que seu barco tem motor e por isso não cuidam da vela, ou chegam em terra firme com a velocidade de navegação tal que colidem e causam danos ao barco, à vela e à terra.

O Mar = O mercado de trabalho;

O barco = O seu emprego, sua profissão;

A vela = Você e suas aptidões;

Terra firme = Família.

Fonte: Logística Descomplicada – 29/09/2013

Colaboração: Adolpho Ladeira – Analista de Mercado.

MOTIVAÇÃO E O MEIO CORPORATIVO

motivacao

A motivação é uma força interior que se modifica a cada momento durante toda a vida, que direciona e intensifica os objetivos de um indivíduo. Dessa forma, quando dizemos que a motivação é algo interno, erramos em dizer que alguém nos motiva ou desmotiva, pois ninguém é capaz de fazê-lo. Existem pessoas que pregam a automotivação, mas tal termo é erroneamente usado, já que a motivação é uma força intrínseca e o emprego desse prefixo deve ser descartado.

Motivação vem do latim movere, mover em português, e designa a condição do organismo que influencia a direção (orientação para um objetivo) do comportamento. Em outras palavras, é o impulso interno que leva à ação, ou ainda o motivo que gera uma ação.

Segundo Abraham Maslow, o homem se motiva quando suas necessidades são todas supridas de forma hierárquica. Maslow organiza tais necessidades da seguinte forma: autorrealização, autoestima, social (Sociais), segurança e fisiologia (Fisiológicas). Segundo o autor, “cada pessoa atinge a sua autorrealização na medida em que procura atualizar os seus potenciais”.

As necessidades fisiológicas constituem a sobrevivência do indivíduo e a preservação da espécie: alimentação, sono, repouso, abrigo, etc. As necessidades de segurança constituem a busca de proteção contra a ameaça ou privação, a fuga e o perigo. As necessidades sociais incluem a necessidade de associação, de participação, de aceitação por parte dos companheiros, de troca de amizade, de afeto e amor. A necessidade de estima envolve a autoapreciação, a autoconfiança, a necessidade de aprovação social e de respeito, de status, prestígio e consideração, além de desejo de força e de adequação, de confiança perante o mundo, independência e autonomia. As necessidades de autorrealização são as mais elevadas, de cada pessoa realizar o seu próprio potencial e de auto desenvolver-se continuamente.

Lendo sobre a teoria de Abraham Maslow, fica mais fácil de compreender que a motivação vem da alma, e é intrínseca ao ser humano.

Claro que as empresas, gestões e diretorias têm sim o papel de estimular os profissionais para que permaneçam leves, produtivos, positivos dentro das companhias, mas a tão falada motivação não tem que vir deles. Ao contrário, tem que partir de nós, os profissionais atuantes.

Em uma organização, cabe às gestões promoverem os estímulos, e as nossas respostas a esses estímulos devem ser com motivação, que pode ser o motivo para agirmos. A motivação pode ser entendida como resposta aos estímulos do meio (empresa, família, amigos). O motivo que nos faz agir é nosso, pois é produzido por nós. Motivação deve ser o sentimento da nossa própria eficácia.

Disse Luciano Luppi: “Fica estabelecida à possibilidade de sonhar coisas impossíveis e de caminhar livremente em direção aos sonhos”.

 Fonte: http:// www . quantumassessment. com . br

HACKERS ATACAM EMPRESAS PARA ROUBAR INFORMAÇÕES; VEJA COMO SE PROTEGER

hackers

Sites do governo federal, como a página do MEC (Ministério da Educação) e o Portal da Copa, e até a Microsoft já foram vítimas de ataques de “hackers” somente em 2013. Se grandes empresas que atuam na área de tecnologia e instituições públicas estão vulneráveis, especialistas afirmam que pequenos e médios negócios estão ainda mais expostos.

Para ajudar empreendedores a se protegerem contra invasões de “hackers”, o UOL conversou com especialistas e listou algumas dicas e programas úteis para melhorar a segurança da empresa.

Os casos de ataques a PMEs (pequenas e médias empresas) aumentaram 31% em 2012, segundo um relatório da companhia de segurança digital Symantec, feito em 157 países.

De acordo com o mesmo levantamento, no ano passado foram descobertas 5.291 vulnerabilidades –que podem ser novos vírus, links falsos ou programas para roubar informações. Desse total, 415 (7,8%) ocorreram em aparelhos móveis, os smartphones.

“As PMEs são mais vulneráveis porque investem menos em tecnologia. Muitas vezes, elas nem se veem como alvos e só percebem que foram atacadas depois de terem perdas financeiras”, diz o estrategista em segurança da Symantec no Brasil, André Carraretto.

Segundo ele, pequenos negócios são visados por cibercriminosos por serem fontes de lucro imediato e de informações sobre grandes empresas.

“Muitas PMEs são fornecedoras de grandes corporações. Neste caso, elas são apenas vítimas intermediárias, que vão fornecer informações sigilosas ou estratégicas sobre o alvo principal”, afirma.

Smartphones também são alvos de ataques

Empresários e funcionários que utilizam smartphones para acessar e-mails ou dados bancários também se tornaram alvos dos “hackers”.

Dicas para evitar ataques

· 1 Manter atualizações

Antivírus e firewalls devem funcionar sempre com a última versão do software disponível

· 2 Excluir e-mails suspeitos

Mensagens de fontes desconhecidas devem ser excluídas. Links ou arquivos anexos nesses e-mails não devem ser acessados

· 3 Checar a fonte

Se o e-mail vier de fonte conhecida, mas contiver links ou anexos inesperados, vale a pena ligar para o remetente e certificar-se de que a mensagem é segura

· 4 Downloads seguros

No caso dos smartphones, os aplicativos devem ser baixados de fontes seguras, como Apple Store, Google Play e Microsoft Store

· 5 Preparar a equipe

Todos os funcionários da empresa devem ser treinados para seguirem os mesmos cuidados. A falha de um pode fazer a rede toda ser invadida ou infectada

A empresa pode sofrer danos financeiros ou à imagem ao ter informações sigilosas roubadas, de acordo com o consultor do Grupo F9C, especializado em infraestrutura computacional, Gino Bachega Filho.

“Quando uma cotação de preço para um cliente vaza para um concorrente, por exemplo, ele pode fazer uma oferta melhor e fechar negócio na frente da empresa que sofreu o ataque”, diz.

Segundo Bachega Filho, no caso dos smartphones, a maioria dos arquivos e programas maliciosos –os malwares– são originários de downloads em sites não confiáveis.

Por isso, ele afirma que os aplicativos devem ser baixados de fontes reconhecidas. “As melhores fontes são a Apple Store, para iPhones, o Google Play, para celulares com sistema Android, e a Microsoft Store, para aparelhos com Windows Phone.”

Ameaças surgem diariamente

Para o proprietário da M&M Solutions, empresa de suporte em tecnologia, Rogério Monreal Molinari, é quase impossível uma empresa se manter 100% protegida contra ataques de “hackers”.

“A cada dia surge um novo vírus ou uma nova ameaça. Daí a importância de manter antivírus e firewalls (barreiras contra conteúdos maliciosos) sempre atualizados”, declara.

Molinari afirma, ainda, que o dono do negócio precisa passar os cuidados de segurança para todos os seus funcionários.

“Mesmo que o empreendedor seja cuidadoso, a rede da empresa pode ser invadida ou infectada por meio do computador de um funcionário. A equipe inteira precisa seguir os mesmos cuidados.”

Veja programas para proteger sua empresa

AVG: antivírus para computadores e smartphones. Na versão grátis, protege contra spywares (espiões) e vírus. Na versão paga, a partir de R$ 99,95, oferece firewall, antispam e proteção para rede sem fio (Wi-Fi)

Avast: antivírus e antispyware (antiespião) gratuito. Na versão paga, a partir de R$ 99, oferece antispam e firewall.

UOL Antivírus: possui uma versão grátis, que identifica vírus e spywares, e versões pagas, que oferecem firewall, antispam e proteção para downloads. O valor varia de R$ 14,90 a R$ 31,90.

Kaspersky: antivírus para computadores, tablets e smartphones. Tem uma versão gratuita e outras pagas, que oferecem proteção contra vírus, spywares e firewall. O preço varia de R$ 29,98 a R$ 99,98.

Norton: antivírus pago. Protege contra vírus, spywares, e arquivos maliciosos transmitidos via Facebook. Tem antispam e firewall. O custo vai de R$ 79 a R$ 101,40.

UOL Firewall:barreira que identifica e impede invasões ou infecções por conteúdos maliciosos. O custo é de R$ 14,90 para assinantes UOL, e de R$ 16,90 para não assinantes.

Fonte: http: //economia .uol. com  .br/ noticias /redacao /2013 /0 8/01 / hackers-atacam-empresas-para-roubar-informacoes-veja-como-se-proteger.htm

POEMA INÉDITO – ERA DA RENOVAÇÃO

dj

 Escritora – Djanira Felipe de Oliveira

Era da renovação2

%d blogueiros gostam disto: