Arquivo mensal: março 2016

DIA MUNDIAL DA JUVENTUDE

download

Por Djanira Felipe

A juventude nos reporta a interação das pessoas que convivem em sociedade, e nos leva a acreditar no existir, no aprendizado resultante de cada experiência, e nas etapas que compreendem cada existência.

A fase da vida do ente humano, entre a infância e a maturidade, é considerada como a juventude. É nesse intervalo que ocorrem as mudanças e definições que fazem parte do crescimento e evolução de cada indivíduo, conforme a cultura do lugar.

Considerar as variações do período da juventude de acordo com a cultura do lugar, apenas, é o mesmo que restringir os diferentes tipos de conceitos da palavra cultura, conforme a ciência que do termo se apropria, e todo o universo de formas que a compõem, e que versam nas bibliografias existentes.

A cultura permeia todas as fases da vida do homem e é algo para o mesmo porque a palavra cultura define tudo aquilo que resulta a partir da inteligência humana.

Como falar da juventude hoje sem considerar a cultura que faz parte da vida das pessoas desde os povos primitivos, seus costumes, sistemas, leis, religiões, artes, ciências mitos, crenças, e valores morais, independentemente de classes sociais. Além disso de educação que gera cultura e vice-versa.

A ideia de escrever este artigo ocorreu a partir de duas realidades: em 30 de março é comemorado o Dia Mundial da Juventude, e da realidade apresentada no cenário nacional.  É preocupante o destino dos jovens.

Para a juventude do Brasil a educação é imprescindível para o futuro da Nação. Os problemas relacionados a violência, saúde, e a falta do exercício da cidadania, entre outros, podem ser tratados por meio da instrução, que promoverá a formação de cidadãos responsáveis para produzirem um formato novo de uma sociedade melhor no amanhã. Portanto, investir na educação dos jovens é toma-la por base de crescimento e desenvolvimento tecnológico e da sociedade como um todo.

O papel da educação e da cultura é produzir conhecimento e gerar os resultados dessa aquisição ao promover o desenvolvimento das habilidades do homem e permitir a efetivação de mudanças necessárias ao bem comum.

É na juventude que reside a nossa esperança de dias melhores, e como vivemos na “Pátria Educadora” vamos acabar com a miopia coletiva das ideologias que permitem as dissimulações das realidades, aproveitar a fase da juventude para concretizar o conceito da Cultura do Povo, e quebrar o paradigma de Cultura Popular.

O poder deverá emanar do povo que tem cultura e produz a sua cultura. Viva a Juventude Brasileira!

Site visitado

http://brasilescola.uol.com.br/cultura/

Imagem: Internet

DIA DO DIAGRAMADOR

O Dia do Diagramador é comemorado anualmente em 28 de março, no Brasil.

anim153

Esta data é destinada à homenagear as funções dos diagramadores e revisores de texto e imagem, ou seja, profissionais que exercem atividades de design gráfico, sendo responsáveis pela distribuição harmoniosa de elementos gráficos dentro de uma página ou folha.

Os diagramadores podem trabalhar em formatos digitais ou para conteúdos impressos, organizando os textos e imagens de um jornal, por exemplo, ajudando a configurar o melhor estilo de página que facilitará a leitura das pessoas.

No Brasil, não existe um curso de ensino superior próprio para formar diagramadores. Normalmente, a diagramação é uma matéria obrigatória nos cursos de Comunicação Social, Comunicação Visual ou Desenho Industrial, por exemplo.

No Dia do Diagramador também é comemorado o Dia do Revisor, sendo que ambos os trabalhos estão relacionados.

Mensagens para o Dia do Diagramador

“Aquele que trabalha com as mãos é um ARTESÃO. Aquele que trabalha com a mente é um SÁBIO Aquele que trabalha com a inspiração e criatividade é um ARTISTA. Aquele que trabalha com a técnica é um PROFISSIONAL. Aquele que trabalha com a intuição é um MÍSTICO. Aquele que trabalha com o coração é um ESPIRITUALISTA. Aquele que trabalha com as mãos, mente, inspiração, criatividade, técnica, intuição, coração, gramáticas, dicionários, computador, internet, erudição, mais todos os recursos possíveis e prazos impossíveis é um REVISOR e/ou DIAGRAMADOR.”

“Parabéns a eles que organizam os textos, dão vida as páginas e escrevem certo por linhas tortas. Parabéns pelo seu dia!”

“Nossos parabéns aos que escrevem certo por linhas tortas, sinuosas, com foto, sem foto, muito texto, pouco texto, com espaço, sem espaço… Feliz Dia do Diagramador!”

http://www.calendarr.com/brasil/dia-do-diagramador/

Imagem da Internet:

https://www.google.com.br/search?q=imagens+diagramador+revisor&espv=2&biw=1280&bih=899&tbm=isch&tbo=u&source=univ&sa=X&ved=0ahUKEwiUw4XQtt3LAhUCGJAKHeNOChUQ7AkINg#imgrc=OZA_PXhRHrdhSM%3A

PÁSCOA – REFLEXÃO!

downloadMeus Amigos

Feliz Páscoa!

Para falar de Páscoa o mais importante a lembrar é o ato de gratidão ao Senhor Jesus Cristo por tudo que Ele representa para todo aquele que Nele acredita.

A Páscoa é um período para refletir sobre a celebração da verdadeira vida. Na Páscoa comemoramos a ressurreição de Jesus Cristo. É hora de agradecer! Obrigada Senhor!

Djanira Felipe – Mulher que escreve. Mulher que faz. E sabe o porquê.

 

MEUS AMIGOS E LEITORES

Amigos,

DSC00690p

 

Por consideração a essa atenção de todos venho pedir desculpas pela descontinuidade temporaria das postagens, por necessidade de  reformatar alguns projetos, e aproveito para informar que em breve estaremos regularizando o funcionamento do Blog, e contamos com todos porque o nosso trabalho é dedicado e com o foco no público i que nos acompanha e valida a utilidade da atividade.

Agradecimento pela atenção de vocês e o nosso carinho.

Abraços fraternos aos seus corações. 

minilalbDjanira Felipe de Oliveira – Mulher que escreve. Mulher que faz. E sabe o porquê. 

HOMENAGEM AO DIA DO FILATELISTA BRASILEIRO

Amigos Leitores,

Acredito que muitos de vocês ao conhecerem esta matéria poderão adquirir e incentivar outras pessoas a serem colecionadores. A história não se limita ao simples hábito de colecionar selos, mas traz em si outros aspectos. A Filatelia tem várias áreas de estudos. Conheçam a matéria. minilalbDjanira Felipe.

No dia 5 de março de 1829, Dom Pedro I assinou o Decreto que organizou os Correios do Brasil, definindo tarifas e outras questões de importância para o desenvolvimento dos serviços postais. Bastante amplo, é o primeiro regulamento postal exclusivamente brasileiro, após a Independência do Brasil, pois até então valiam os regulamentos portugueses. Ele estabeleceu novas linhas postais, portes, entre outros, e regulou por muitos anos o tráfego postal. Tal documento possibilitou também que, em 1º de agosto de 1843 (14 anos depois), fosse emitido o primeiro selo postal brasileiro, o “Olho de Boi” (foto abaixo).

image002

Apesar de ser uma data postal e não filatélica, foi adotada como o Dia do Filatelista Brasileiro. Entretanto, a referência ao Decreto de 1829 para o Dia do Filatelista se justifica pelo fato de que as medidas de D. Pedro I culminaram com a independência e a organização dos Correios do Brasil. Neste regulamento também se encontra a determinação Real de criar, em todas as capitanias das províncias, uma Administração de Correios. Em 1969, na cidade de São Paulo, durante um Congresso Filatélico organizado pela Comissão Estadual de Filatelia, da Secretaria Estadual da Cultura de São Paulo, a data foi oficializada. Tanto que, em 05 de março de 1975, ocorreu a comemoração do Dia do Filatelista Brasileiro, através da emissão de um carimbo postal lançado no Rio de Janeiro.

image002.jpg e

 

Segundo país do mundo e 1º das Américas a adotar o selo postal como comprovante de franqueamento, o Brasil deve seu pioneirismo ao Imperador D. Pedro II que, sensível às ideias inovadoras, soube vislumbrar no pequeno pedaço de papel, o “Penny Black”, emitido em 06 de maio de 1840, na Inglaterra, uma conquista que marcaria, definitivamente, o destino dos Correios. Este pioneirismo e a inovação também valorizam as emissões dos Correios. O Brasil foi o primeiro país do mundo a lançar um selo com legenda em braile, emitido em 1974 e o segundo do mundo a lançar um selo tridimensional (em holograma), em 1989. Em 2010, mais um pioneirismo na Filatelia brasileira: foi lançado o primeiro selo em tecido nas Américas, destacando o centenário do Sport Club Corinthians Paulista.

image005

Há mais de um século e meio, o colecionamento de selos tem atraído um grande número de aficionados, por todo o mundo. Esse tipo de atividade é denominado “Filatelia” (do grego fila = amigos e telos = selo), sendo o estudo e o colecionismo de selos postais e materiais relacionados. A Filatelia tem várias áreas de estudo, a saber: filatelia tradicional, história postal, pré-filatelia, marcofilia, inteiros postais, filatelia temática, aerofilatelia, astrofilatelia, maximafilia, filatelia juvenil, literatura filatélica, selos fiscais, classe aberta e um quadro. O seu praticante é chamado de filatelista. O objetivo do filatelista é selecionar selos para compor uma coleção, que pode ser geral ou temática. Existem coleções que além dos selos possui informações sobre o tema, parâmetro utilizado por muitas pessoas nas coleções temáticas. Enquanto entre as coleções gerais, pode-se dizer que se dividem em mundo e país. É frequente encontrar coleções com apenas selos de um país, assim como de qualquer lugar do mundo. Quando não seguem nenhum critério este tipo de coleção é usual entre iniciantes. Apesar de diferenças entre os vários tipos de coleções, além do que foi dito, um único ideal une os filatelistas de todo o mundo: a vontade de conhecer mais sobre um lugar, objeto, pessoa ou país. É o conhecimento que estimula os filatelistas a continuar com seu hobby apesar da diminuição das correspondências via correios.

Se de o hábito colecionar coisas é um dos mais antigos passatempos do ser humano, a Filatelia é considerada o mais popular de todos e está em alta mundialmente: conta com mais de 40 milhões de adeptos, sendo que somente na China são 30 milhões de colecionadores e nos EUA são quase 2 milhões de pessoas. Segundo a UPU – União Postal Universal – organismo internacional que congrega as Administrações Postais do mundo, em 2008 havia 17 milhões de compradores regulares de selos e estima-se que a movimentação financeira do setor seja de aproximadamente U$ 16 bilhões de dólares por ano. Para alguns, colecionar selos não é apenas uma atividade lúdica, pois continua cada vez mais valorizada: a quadra (quatro selos juntos), com a imagem do avião Jenny, emitida em 1923, o selo mais caro dos Estados Unidos, foi vendida, em 2005, por US$ 3 milhões.

Mas para muitos entusiastas, a Filatelia é uma atividade cultural. Os selos comemorativos, por exemplo, registram os aspectos socioculturais das nações, tornando-se fontes inesgotáveis de pesquisa, entretenimento e investimento. A Inglaterra, país onde foi criado o primeiro selo postal do mundo, chamado Penny Black, em 1840, também é o berço da Filatelia, com destaque para a Exposição Filatélica Mundial, evento que acontece a cada dez anos. Foi em Londres, em 1856, que o selo postal foi considerado, pela primeira vez, como passatempo e atividade comercial, com a abertura da casa filatélica Stanley Gibbons, considerada referência no mercado filatélico, uma vez que realiza avaliações de preços de selos em nível mundial. A popularidade do setor também anda de vento em popa, graças à internet: ao digitar-se a palavra “filatelia” no Google, pode-se contemplar mais de 2,6 milhões de páginas, fora a palavra “philately”, que rende 2,1 milhões de sites adicionais. Somente o site da Stanley Gibbons – http://www.stanleygibbons.com – conta mensalmente com 30 milhões de visitas. Se a busca for restrita ao Brasil, chega-se ao número também significativo de 205 mil. Os selos perpetuam a história e propagam o que de mais valioso que um país acumula ao longo de sua trajetória. Em cada tema abordado, uma descoberta e a certeza do imenso potencial do selo. Como se vê, a Filatelia chegou ao século XXI com muitos desafios, em vista do cenário propício ao seu crescimento.

006

Fontes:

Blog Correios Online – http://blog.correios.com.br/correiosonline

Wikipédia – A Enciclopédia Livre – http://www.wikipedia.org.br

http://www.cfnt.org.br/textos/homenagem_filatelista.htm

Grifo nosso

%d blogueiros gostam disto: