Arquivo mensal: dezembro 2013

DICAS DE EXCEL PARA ADMINISTRADORES

microsoft-excel-2010-16

Fórmulas, Design, Tabela Dinâmica e outros fatores essenciais para utilizar a ferramenta de análise mais utilizada no mundo.

Sem duvida o Excel é uma das ferramentas mais utilizadas atualmente, relatórios, análise e até programas completos podem ser desenvolvidos dentro de uma planilha. O fato de estar presente na maioria dos computadores além de diversos outros benefícios como facilidade de uso, agilidade na elaboração de relatórios, entre outros fatores, possibilita que qualquer usuário encontre na ferramenta uma forma de traduzir conteúdo em informação útil.

No mundo empresarial é cada vez mais comum a carência de profissionais com domínio da ferramenta e para alguns cargos, o curso avançado tem se tornado requisito obrigatório. Para quem deseja se especializar, não existe caminho fácil, cursos, leitura e bastante prática. Para os que desejam apenas utilizar os recursos básicos da ferramenta, além de cursos e apostilas na net, reuni abaixo algumas dicas que servem também como um guia para quem está começando agora.

FÓRMULAS

A matéria prima do Excel. Apesar de possuir milhares de formulas, a maioria dos trabalhos podem ser realizados com as fórmulas “SE”, “CONT.SE”, “SOMASE”, “SOMA”, “PROCV”. Além de entender sua estrutura  uma dica bem útil é utilizar o assistente para inserção de formulas representado por um “fx” que fica localizado antes da barra de formulas. Aconselho gastar um tempo estudando e entendendo essas formulas, pois além de desenvolver cálculos o entendimento delas permite revisar e compreender aquelas planilhas feitas pelo seu colega.

DESIGN

Uma das principais funções do Excel é  permitir aos usuários criar análises através de dados, mas para entender essas informações é fundamental que elas estejam apresentáveis e para isso, utilizar as opções de formatação, cores, espaçamentos é essencial para criação de relatórios gerenciais, a dica dessa vez fica por conta dos modelos disponíveis no próprio site da Microsoft que agradam os olhos e  podem ser baixados gratuitamente.

DADOS

As maiorias dos programas na hora de gerar relatórios já exportam as informações em formato “xls” para ser aberto no Excel, mas além dessa forma é possível importar dados até mesmo de páginas da web e utilizá-las em planilha.  Uma das guias mais ricas em recursos no Excel é a guia “Dados”, que além de importar em diversos formatos é possível filtrar, classificar, agrupar. A dica dessa guia é  a validação de dados que permite adicionar aquela caixinha de seleção a uma célula, recurso bastante utilizado para evitar que os usuários insiram informações divergentes.

TABELA DINÂMICA

Acredito que este é um dos recursos mais fantásticos do Excel, confesso que no inicio ele é um pouco complexo de entender, mas depois que “pegar o jeito” você poderá encontrar respostas rápidas, mesmo que tenha muitos dados para analisar. Pra quem não conhece esse recurso faz praticamente todo o trabalho difícil, bastando apenas  você selecionar as informações que deseja e colocá-las em caixas separadas e ele se encarrega de cruzar as informações e exibi-las. Se tiver interesse aconselho começar pelo site da Microsoft, mas para entender mesmo nada melhor que “por a mão na massa” e ir criando vários exemplos.

Pra quem está começando além do vasto conteúdo encontrado na net, uma dica útil é procurar nas bancas aquelas revistas que trazem uma abordagem bem didática. Para quem já conhece a dica é praticar bastante principalmente os conceitos acima, pois eles servem como diferencial na hora de demonstrar as habilidades.

John Glauber – Administrador de empresas pela Universidade Metodista de São Paulo. Profissional com 5 anos de experiência na área de saúde, atuou em projetos de Capacitação e Treinamentos, Gestão de Pessoas e Business Intelligence. Consultor empresarial e atualmente atuando na área financeira.

Fonte: Administradores – 17/12/2013

Colaboração Adolpho Ladeira – Analista de Mercado

 

 

                             

MAIS DO QUE FELIZES

Este Artigo “Mais do que felizes” de Pablo de Paula Bravin é complementar ao seu Artigo, cujo título é: “A importância do caráter na vida de uma pessoa” publicado imediatamente, abaixo, neste nosso canal de comunicação, pelo qual temos a honra de levar aos nossos amigos leitores, e seguidores, matérias interessantes que despertem e que sejam de interesse da sociedade como um todo, sobretudo, se promova de alguma forma o bem comum. Evidentemente citando as fontes e autores. Djanira Felipe de Oliveira – Mulher que escreve. Mulher que faz. E sabe por quê.

BLOG ESTRELA FLORES MELANCIA FIGURA 1Mais do que felizes são aqueles que ostentam um coração puro e cheio de sentimentos bons, não dando espaço para as malignidades…

Mais do que felizes são aqueles que não se conformam com as injustiças desse mundo, fazendo de si mesmos verdadeiros heróis, lutando contra os vilões que aqui se encontram…

Mais do que felizes são aqueles que perdoam os que não merecem…

Mais do que felizes são aqueles que se compadecem do sofrimento alheio…

Mais do que felizes são aqueles que se contentam com apenas uma pessoa a vida inteira e que lutam, com todas as suas forças, somente para a consecução da felicidade da mesma…

Mais do que felizes são aqueles que buscam a simplicidade, fazendo das coisas mais singelas a sua âncora…

Mais do que felizes são aqueles que estendem as mãos para os seus perseguidores…

Mais do que felizes são aqueles que estão dispostos a aprender sempre, ou seja, aqueles que não foram completados…

Mais do que felizes são aqueles que estão dispostos a ouvir os sentimentos do seu próximo, aconselhando-os e tentando levantar sua autoestima, resgatando-os da prisão e trazendo-os novamente para a luz…

Mais do que felizes são todos aqueles que não têm medo de manifestarem seus sentimentos, seja através da música, da poesia, ou em uma simples folha de papel…

Mais do que felizes são os que possuem aversão à vingança e regozijo em apartar brigas…

Mais do que felizes são aqueles que não perderam sua honra e dignidade, não deixando que as propostas sedutoras desse mundo os contaminassem…

Mais do que felizes são aqueles que são sinceros e amam a verdade, mesmo que tenham que pagar um alto preço por isso…

Mais do que felizes são aqueles que não seguem o curso da maioria, como robôs padronizados, que existem apenas para a repetição…

Mais do que felizes são os que amam de maneira incondicional, sem esperar nada em troca…

Mais do que felizes são aqueles que aceitam o outro do jeito que ele é, sem querer “completá-lo” da sua maneira…

Mais do que felizes são aqueles que buscam a reconciliação, se esquecendo das coisas negativas e se lembrando somente das positivas…

Mais do que felizes são os humildes, esses seres exacerbadamente inferiores a maioria, que apesar de saberem o quão formosos são, preferem o anonimato e a não reverência…

Mais do que felizes são aqueles que conseguem não só compreender os animais, mas a apreciar a beleza de seus olhares…

Mais do que felizes são os conservadores, essas pessoas que não são levadas pela depravação terrena que estamos vivenciando, ou seja, aqueles cujos valores são imutáveis…

Mais do que felizes são aqueles que nada temem, pois, nasceram com uma intrepidez semelhante a um leão no auge de sua jovialidade…

Mais do que felizes são aqueles que sabem esperar, ou seja, os que não são poços de ansiedade, e que buscam fazer da paciência a sua maior virtude…

Mais do que felizes são aqueles que possuem dentro de si mesmos uma aurora divina, guardando resquícios de compaixão por esse planeta tão castigado pela inconsequência humana…

Mais do que felizes são os pensadores, que reservam um tempo para refletirem sobre si mesmos e sobre seus semelhantes…

Mais do que felizes são todos os tolerantes, que sabem ouvir críticas sem se revoltar, ou, buscar rebatê-las…

Mais do que felizes são aqueles que valorizam o qualitativo em detrimento do quantitativo, peneirando para retirar as impurezas existentes…

Mais do que felizes são aqueles que sentem prazer em servir os outros, como um garçom eterno, cuidando para que ninguém saia dessa vida sem ter experimentado o melhor dela…

Mais do que felizes são aqueles que fazem do amor, da paz e da unidade, os três pilares máximos de suas personalidades, fazendo desse lugar, um lugar tão pacífico quanto o paraíso divino…

Pablo de Paula Bravin

Fonte: Administradores – 17/12/2013

Colabração: Adolpho Ladeira – Analista de Mercado

A IMPORTÂNCIA DO CARÁTER NA VIDA DE UMA PESSOA

AMIGOS, ESTE ARTIGO É PARA REFLEXÃO.

images

Deveríamos ser criados para SERMOS alguma coisa e não para TERMOS alguma coisa, haja vista, que um homem que criou sua dignidade é infinitamente superior a um homem que nem sabe o significado dessa palavra.

Caráter nada mais é do que um conjunto de características morais e éticas que fazem com que o ser pratique sempre a bondade, a justiça e a verdade em todas as instâncias de sua vida, fazendo com que sua índole seja a coisa mais importante de sua existência no que tange as suas ações no trato com o próximo. Em outras palavras, é um homem virtuoso em sua essência, que busca criar princípios e valores valiosos que farão com que este seja reconhecidamente alguém de fibra moral e total admiração por parte dos outros.

Na Bíblia Sagrada, existe uma passagem que relata que a terra não era digna de alguns homens que pisaram em seu chão, ou seja, para Deus, algumas criaturas são tão especiais que sequer deveriam ter vindo para esse mundo de tantas injustiças e perversidades, por merecerem algo bem mais valoroso. Sem dúvidas, como seres humanos, estamos todos em pé de igualdade, porém, assim como as estrelas do céu, em que umas brilham mais do que as outras, alguns seres humanos se destacam mais por ostentarem alguns atributos singulares neste mundo em que vivemos, gerando dentro deles, uma aura inigualável e inalcançável pela maioria das pessoas. 

Com absoluta certeza, existem muitas pessoas boas, mas, também é importante frisar que existe o manipulador, que usa seu poder intelectual e sua astúcia para maquiar seus verdadeiros pensamentos, agindo como se fosse um ser do bem, quando na verdade não passa de uma criatura imunda, cujo adjetivo que devidamente a qualifica não é outro senão o de crápula. Esses seres possuem um exterior perfeito e um interior apodrecido, tendo uma incongruência exacerbada entre o que externam com os lábios e entre o que realmente praticam em suas ações cotidianas. Eles são Judas descarados, se vendem por qualquer tostão, trocando uma amizade verdadeira por um simples saquinho de pipocas e pior ainda do que isso: contam vantagem por se considerarem ardilosos diante daqueles que eles consideram como sendo néscios e passíveis de serem feitos de palhaços.

Desta forma, devemos separar o joio do trigo, peneirando para retirarmos as impurezas existentes, fazendo com que nossa vida seja transparente e recheada apenas de pessoas virtuosas. Sem dúvidas, essa interpretação não é uma tarefa fácil, devido à complexidade que é a de identificar se a personalidade alheia é genuína, fidedigna, pura e verdadeira, todavia, temos algumas estratégias que se forem colocadas em prática aumentarão nossas chances de obtermos êxito nessa nossa árdua missão.

Como identificar um homem de valor

Charles Chaplin brilhantemente disse: “Não se mede o valor de um homem pelas suas roupas ou pelos bens que possui, o verdadeiro valor do homem é o seu caráter, suas ideias e a nobreza dos seus ideais.”

Essa pequena frase do genial Chaplin nos entrega uma base sólida e perfeita de como devemos olhar para uma pessoa, pois, por muitas vezes, somos enganados pela voz serena, pela potência da vestimenta, pelo jeito acolhedor, pelos presentes que recebemos, pelas contas que são pagas para nós, pelas promessas que nos são feitas com entusiasmo, pelas atitudes positivas que nos dão uma sensação de segurança total, enfim, pelas exterioridades. E o que o nosso mestre está querendo nos dizer é exatamente isso: que devemos olhar um homem pelo seu coração, objetivando desmembrar quais são seus ideais e como ele age diante das injustiças que ele encontra no decorrer de sua vida.

O problema é que a humanidade é facilmente seduzida por essas bobagens que somente servem para nos afastar da castidade moral, nos transformando em seres totalmente apegados a objetos passageiros e nos fazendo acreditar em arquétipos criados somente para nos destruir. Desta maneira, as pessoas têm uma tendência a inverter a verdade, por conta da cegueira herdada por uma mente cauterizada e influenciada por falsos profetas que propagam uma doutrina que não procede dos valores éticos e morais que deveriam nortear toda a sociedade em si. Por isso, Jonathan Swift disse: “Quando um verdadeiro gênio se mostra ao mundo reconhece-se logo da seguinte maneira: todos os idiotas se juntam e conspiram contra ele.”

Deste modo, um homem de caráter em uma sociedade injusta, alienada e hipócrita será sempre visto como um vilão, tendo em vista, que ele é a antítese das negatividades criadas. Assim, ele será perpetuamente bombardeado de críticas por conta de seu jeito de ser, que, mesmo sendo benéfico para o todo, será motivo de desdém por ser constituído de princípios que poucos valorizam e alguns sequer sabem que existem.  Mas afinal de contas, como identificar um homem de caráter, no qual eu externo as características marcantes de um sem cometer equívocos?

Seguindo o raciocínio, elaborei um pequeno texto autodenominado “Mais do que felizes” o homem que possui índole e total compromisso com a honra, confira:

Pablo de Paula Bravin

Fonte: Administradores – 17/12/2013

Colaboração: Adolpho Ladeira – Analista de Mercado

PALESTRA DE SYLVIA CRIVELLA NO I CONGRESSO NACIONAL DO PRB MULHER

Caros Amigos e Leitores,

Ainda estamos em período de Festas e sensibilizados pelo clima do Nascimento de Jesus. Para a maioria das pessoas Natal é uma Festa Familiar, portanto, resolvi presenteá-los com o conteúdo da Palestra da Minha Querida Amiga Sylvia Jane Crivella, que é uma das pessoas que melhor representa o verdadeiro significado de FAMÍLIA. Ela tem um estilo simples, transmite a todos que a conhecem muita Paz e Serenidade. É um privilégio conhecer esta Mulher de Deus. 

Abraço Fraterno, Amiga Jane e a todos os amigos leitores.

Djanira Felipe – Mulher que escreve. Mulher que faz.

brasilia 7

Senti-me muito honrada quando a vereadora Tia Eron me convidou para participar deste Congresso.

Tive que rir quando ela disse que se amarrou no meu artigo “Do Lar” e que por isso achava que eu poderia acrescentar um pouquinho a este encontro.

Confesso que quando escrevi não imaginava que iria repercutir tanto, mas que bom que as pessoas gostaram.

Antes de publicar qualquer coisa, passo pelo crivo do Crivella (rss).

Obediente que sou, acatei seus conselhos e deu no que deu!!!!

photo (30)Todo mundo aqui está inserido numa família

Você pode não ser casada ou ter filhos, mas certamente tem ou teve mãe, pai, irmãos, tias, tios, sobrinhos… Família é a primeira e principal célula da sociedade.  Deus é família! Quando a família acabar, acaba a humanidade.

A importância da mulher na família

– metade do mundo é composto por mulheres

– a outra metade saiu de uma

Da concepção até os 18 meses de vida, a criança pensa que ela e a mãe são uma só pessoa. Veja quão forte é este laço!  A mãe que rejeita um filho, seja no ventre ou fora dele, traumatiza a tal ponto aquela vida, que só mesmo um milagre para restaurá-la.  A saúde física, mental e emocional de uma criatura depende muito dos cuidados de uma mãe.

O alimento afetivo é mais benéfico que o próprio alimento físico.  Uma criança afetivamente saudável adoece menos até que uma criança que se alimenta bem.  O aleitamento materno é prova disso, pois ao mamar no seio da mãe, o bebê não recebe apenas o alimento, mas também o calor; percebe o cheiro e os batimentos cardíacos da mãe.

É uma simbiose total!

A mulher que se propõe a ser mãe precisa estar preparada para sacrificar a sua própria vida.  Gerar ‘cria’ é fácil, mas gerar FILHOS requer dedicação.

Se cada mãe compreendesse o valor de sua responsabilidade, teríamos um mundo melhor.  A Bíblia ensina que a mulher sábia edifica a sua casa, mas a tola com as próprias mãos a derruba (Prov. 14:1) E casa aqui não é a construção física, mas sim o lar.

Nós formamos os homens de amanhã!

Um por todos e todos por um

Penso que a força de uma família está na união. E a “cola” somos nós mulheres.

Imagina se cada uma de nós tivesse uma família edificada, ou sólida.  Certamente impactaríamos nossa comunidade.  Muitas famílias edificadas impactariam a nação!!! Perceba a força e a responsabilidade da mulher! Cada uma de nós foi chamada para cuidar do seu pedacinho da melhor maneira possível. E aqui neste congresso, cada uma no seu quadrado, queremos compartilhar um pouquinho daquilo que aprendemos ao longo de nossa jornada.

Como deve ser o relacionamento mãe/filho (a)?

Muitas pessoas pensam que ser uma boa mãe significa ser uma boa amiga.  Receio ter que discordar disso, pois mãe é muito mais do que uma amiga.

O relacionamento mãe/filho (a) para ter sucesso precisa seguir os ensinamentos da Bíblia.

Perdoem-me se trago assuntos espirituais ao debate, mas a Palavra de Deus faz parte de minha essência e ela é também um livro histórico e científico.

O que está escrito lá funciona mesmo!!!

A Bíblia diz: “Ensina a criança no caminho em que deve andar e mesmo quando for velho não se desviará dele.” (Prov. 22:6) Garanto a vocês que este princípio nos poupa de muitos sofrimentos.

Agora, ensinar não é apenas falar.  Precisa viver o que se prega!  Não é aquela história “Faça o que falo, mas não faça o que faço.” Não!

No quartel tem uma frase que eu gosto muito.  Diz: “As palavras convencem, mas os exemplos arrastam!”

A relação mãe/filho (a) precisa ser uma relação de respeito e este respeito só é conquistado quando você vive o que prega.

A vantagem de se ter mais de meio século de vida

Para alguns os cabelos brancos são um castigo…

Para outros é o coroamento de uma vida!

Quando já se viveu bastante, aprendemos a nos guiar por prioridades e não futilidades.

Percebemos o que é realmente importante e não sofremos mais por bobagens.  Deixamos de ser nossas próprias carrascas e passamos a ter misericórdia de nós mesma.  Hoje posso dizer que sou minha melhor amiga!  Gosto de estar comigo mesma e de refletir sobre tudo e todos.  Aprendi que quando estou bem comigo, estou bem com aqueles que estão a minha volta, em especial minha família. Acho que sou melhor vó do que fui mãe, pois aprendi com meus erros.

Minha família é e sempre foi minha prioridade

familiacrivella

Sempre acreditei que Deus confiou meus filhos a mim para que eu os conduzisse a Ele.

Cada filho tem uma personalidade e um temperamento, embora cada um tenha o mesmo pai e a mesma mãe.  Podem comer a mesma comida, ir para a mesma escola, receber a mesma educação, mas cada qual reage de forma diferente.  Precisamos aprender a respeitar estas diferenças.

Eu curto muito a personalidade de cada filho.  Cada um ao seu modo enriquece a minha existência.  Às vezes temos momentos tensos e de atrito, pois nenhum de nós tem sangue de barata, mas o amor familiar que nos une nos dá forças para liberar perdão e virar a página.  Ficar cutucando feridas antigas não acrescenta nada.  Muito pelo contrário, torna os relacionamentos frágeis e inseguros.

Eu decidi construir meu lar!  Olho sempre para frente e o que passou, passou!

“As coisas velhas já passaram e eis que tudo se faz novo!” (2 Cor.5:17)

Valorizar seus filhos

Por incrível que pareça todo filho anseia por receber a aprovação e o elogio dos pais mais do que de qualquer outra pessoa.

A opinião dos pais sobre eles é de suma importância para o desenvolvimento psíquico. 

Um filho (a) que só ouve críticas desanima. Se ele (a) é sempre comparado a outro filho (a), pior ainda.  Nem todos têm as mesmas aptidões ou inteligências.  Uns têm a inteligência para as Ciências, outro para as Artes e outros ainda para o Esporte.  Cada um tem um talento que precisa ser valorizado, pois todos somos preciosos aos olhos de Deus.

Crie um espaço família

Algumas famílias quando se reúnem o clima fica tenso e cada um acaba se afastando e se encontrando cada vez menos.  Aprendi que reunir a galera não é fácil, pois implica colocar sob o mesmo teto três gerações.  Mas se formos tolerantes com os menores e pacientes com os mais velhos, conseguimos marcar estes momentos, que se tornam doces lembranças.  Rir e chorar juntos são experiências que fortalecem os laços familiares.  Procure estar presente em todos os eventos de sua família, seja com risos, seja com lágrimas.

Segredos e Códigos

Não tem nada a ver com agentes secretos! Mas toda família precisa ter os seus segredos e seus códigos.  Sejam palavras, olhares ou gestos. Coisas que só os íntimos reconhecem.  Sabe aquele assovio que seu pai dava para lhe chamar?  Mais ou menos isso! Meu neto Daniel criou um chat família.  Nele só entra a família mais próxima.  O que um escreve todos os outros leem.  Divertimo-nos muito compartilhando fatos, fotos e vídeos de nosso dia-a-dia. É um espaço livre onde nos sentimos bem à vontade.  Sem corrermos o risco de sermos mal interpretados.

Com toda esta liberdade e intimidade temos que ter o cuidado de não ultrapassar limites.

Tenho dois filhos casados e graças a Deus me dou bem com o genro e a nora, mas sei que preciso respeitar os limites. Hoje minha filha é primeiro esposa, depois mãe e por último filha.  O mesmo com meu filho.  Primeiro ele é marido. Minha posição de mãe continua a mesma.  Não perdi a filha e nem tampouco o filho.  Muito pelo contrário, ganhei outro filho e outra filha! Amamo-nos, mas nos respeitamos e deixamos cada qual ocupar o seu espaço.

Muitas pessoas se realizam criando projetos, conquistando títulos, obtendo o reconhecimento… Eu me realizo sendo mãe, tendo a minha família!

Quando me formei, minhas amigas de faculdade foram todas ao campo de trabalho.  Lembro que me sentia inferior sendo uma simples dona de casa. 

Olhando para trás, vejo que foi a melhor escolha que fiz!

photo   JCR

Nós mulheres temos uma grande e nobre missão.  Não deixe ninguém te fazer sentir sem valor.  Você é muito preciosa! Você é única! A sua missão só você pode cumprir.

E creia-me, se cumprirmos bem nossa missão, mudaremos o mundo!

Deus nos abençoe!

Obrigada!

Sylvia Jane Crivella

Brasília, 10 de agosto de 2013

Esta postagem foi autorizada pela autora.

BANDA DESEJO PROIBIDO

index_r3_c1[1]

Apresentação 

A banda de forró carioca, Desejo Proibido, saiu do Rio de Janeiro em, 9 de setembro de 2012, para fazer apenas 7 (sete) shows, em Fortaleza – Capital Cearense, com previsão de retorno após 15 (quinze) dias. No entanto, o Grupo foi surpreendido pela extraordinária aceitação dos conhecedores do autentico forró, de forma que a cada apresentação realizada, surgiram novas oportunidades e reservas na agenda. O aumento da demanda pelos shows da banda promoveu, praticamente, uma turnê por todo o Estado do Ceará, assim como para outros Estados tais como: Maranhão, Paraíba, Piauí, Pernambuco entre outros.

Face ao sucesso, os Empresários, Davi Cavalcante e Márcio Santos, decidiram sediar a banda em Fortaleza – Ceará. 

Fase Inicial

Somzoriar foi o primeiro nome escolhido pelos integrantes da banda para iniciar a carreira musical. O grupo tinha uma formação simples, porém, com profissionais de alto nível. Somaram toda a sua renda e resolveram viajar pelo Brasil, visando apresentar o seu trabalho e ampliar o seu universo musical. Contudo, a grande tirada da banda foi quando de volta ao Rio de Janeiro, em apresentação no bairro de Noel Rosa, Vila Isabel, onde o Empresário Davi Cavalcante conheceu o trabalho do grupo e propôs desenvolverem um Projeto em âmbito Nacional, junto ao Empresário Márcio Santos.

Os dois Empresários Empreendedores trabalharam o pequeno grupo musical, com a finalidade de transformá-lo em profissionais audaciosos no universo do forró. Para a transformação da Somzoriar, havia a necessidade de algumas adequações e novas aquisições. O primeiro passo foi o de convidar profissionais de diversas regiões do País, sendo a equipe complementada por outros músicos, bailarinos e vocalistas, com ampla experiência em espetáculos de massa. O comprometimento resultou na criação de uma equipe com alto potencial de sucesso, para dar inicio a uma série de Shows e conquistar multidões pelo Brasil.

O Nome Desejo Proibido.

Os dois Empresários Empreendedores deram início a mais um desafio: A escolha do nome da nova e promissora banda de forró. Receberam de todos os integrantes, diversas opções de nomes. Assim surgiu Desejo Proibido, sendo a sua aprovação imediata.

Segundo o Empresário Márcio Santos, as palavras Desejo Proibido, sugerem sensualidade e instigam proibição, elementos provocantes nas relações humanas.

A Banda Desejo Proibido está na estrada, desde 2009, e já se apresentou em vários Estados do Brasil. Além dos citados no primeiro parágrafo, acrescentamos: Bahia, Minas Gerais, São Paulo, Espírito Santo, e sua terra natal “FORTALEZA”.

Por fim, os agradecimentos sinceros aos queridos Amigos, Santos Máximo e Marco Antônio Máximo, este último Editor, Jornalista e Design Gráfico da Revista do Grande Meyer. E convidamos a todos os leitores dessa conceituada revista, a acessarem o site da banda para conhecer melhor. www.bandadesejoproibido.com, contatos para Shows: (21) 2215-7978 / 85-9790-4226, Rio de Janeiro e Fortaleza, respectivamente.

Por Adm. Djanira Felipe de Oliveira – Mulher que escreve. Mulher que faz.

Rio de Janeiro, 22 de dezembro de 2013.

PODER, FAMA, RIQUEZA E OS RISCOS DA SOLIDÃO.

Riqueza e fama podem ser muito ilusórios e passageiros. Podem fazer perder o sentido e razões para viver plenamente. Importa saber qual seu legado.

 artigo_74708

Segundo Gabriel Garcia Marquez, escritor colombiano, autor do clássico “Cem anos de solidão” e Prêmio Nobel de Literatura, “a fama é capaz de fabricar a maior a mais pavorosa das solidões. Esta solidão da fama só é comparável à solidão do poder. O poder absoluto é a realização mais alta e completa do ser humano. E por isso, resume, ao mesmo tempo, toda a sua grandeza e toda sua miséria”.

Quem assistiu, recentemente, o premiado e polêmico filme “A dama de ferro”, cuja produção se baseou na história de vida, da líder e ex-primeira ministra inglesa, Margareth Tatcher, pode constatar os efeitos desta situação. Até mesmo porque o filme também aborda a sua rotina após deixar o cargo e tudo que o mesmo representava. E desta forma foi possível constatar que a solidão se faz presente tanto durante o exercício do poder como também em sua etapa posterior.

Tem sido bastante comum encontrar pessoas que durante algum período da sua vida conquistaram fama ou poder, mas que, ao mesmo tempo não tiveram a preocupação de se preparar para a etapa de ostracismo e solidão que se seguem. Quando já não mais se encontram na condição de personagem, ou sendo tratadas como alguma referência, e deferência, no mundo as cerca.

Os efeitos deste despreparo tem sido possíveis serem observados nas mais diferentes atividades e universos da nossa sociedade moderna.

Afeta empresários, altos executivos, políticos, atores, esportistas, artistas, escritores e tantos mais que em algum momento da sua vida conseguem atingir uma posição de destaque, ou reconhecimento público.

E aqui não estamos falando daqueles que conseguem seus “quinze minutos” de fama. Pois esta situação é muito efêmera. Os meios de comunicação e os recursos do mundo virtual têm sido muito utilizados para construir e destruir personagens, numa velocidade assombrosa.

Também os milionários – novos ricos ou herdeiros de fortunas – podem ser afetados por este sentimento. Especialmente porque nestes casos muitas vezes eles encaram uma cruel dúvida sobre a autenticidade e honestidade em relação aos que se aproximam na busca de um relacionamento. O que os leva muitas vezes a uma vida reclusa, solitária e repleta de temores.

Tanto a perda de poder, como do reconhecimento pelos outros, podem acarretar medos, inseguranças e até uma gradativa destruição da auto-estima. Para alguns esta situação pode se tornar tão dramática que chega a produzir um sentimento de falta de sentido ou razão para viver. Tal a dependência que criaram em relação a estes mecanismos de veneração ou bajulação.

Todos estes dilemas e questionamentos só tendem a aumentar, na medida em que os índices de longevidade estão se ampliando. Ou seja, vai haver mais tempo de existência para administrar tanto as alegrias como as tristezas.

O desafio é reinventar-se de forma permanente para buscar novos sentidos para uma vida que também sofre transformações. Afinal, a felicidade não é um estado permanente, mas uma busca constante para toda a vida.

E, decididamente, combater a solidão e ao mesmo tempo se reinventar, não se obtém apenas consumindo mais. Até porque um dos apelos do consumismo é o de se tornar exclusivo e se manter entre os poucos “escolhidos” pela busca constante de ser “diferente” ou ser percebido como tal. Isto só aumenta a solidão. Pois, “tudo jamais será o bastante e o suficiente.”

O alerta vale, de forma especial para os jovens que estão perseguindo estes aparentes modelos de sucesso e reconhecimento. Segundo Adam Smith, “em nenhuma fase da vida humana o desprezo pelo risco e esperança presunçosa de sucesso se encontram mais ativos do que naquela idade em que os jovens escolhem sua profissão”. É um tema para ser discutido em família, onde a busca por um modelo de sucesso se faz muito presente. E isto vale tanto para a vida pessoal como profissional.

www . administradores . com. br/artigos/carreira/poder-fama-riqueza-e-os-riscos-da-solidao/74708/

Colaboração: Adolpho Ladeira – Analista de Mercado.

NOS EUA, ROBÔ É PEGO TENTANDO VENDER PLANO DE SAÚDE POR TELEFONE

telefonista

Imagine-se em casa, num belo e ensolarado dia, com a família toda reunida à mesa para um almoço caprichado de fim de semana. De repente, o telefone toca. Você atende e percebe o infortúnio de receber um telefonema de telemarketing numa hora extremamente inoportuna. Ninguém gosta desses telefonemas, certo? Agora imagine tudo isso, só que do outro lado da linha está um robô. Insistente, ele tenta te vender planos de saúde e não entende nem metade do que você fala. Estranho? Bizarro? Aconteceu lá nos Estados Unidos.

O fato foi noticiado pelo site da famosa revista TIME. Segundo o relato, o chefe do escritório da revista em Washington, Michael Scherer, recebeu a ligação inusitada na última semana. Do outro lado da linha, uma suposta atendende perguntava-lhe se ele já possuía plano de saúde e oferecia-lhe algumas opções. Scherer achou aquilo tudo muito esquisito, principalmente depois de receber dezenas de ligações da mesma operadora que sempre oferecia o mesmo serviço e falava as mesmas coisas.

Então, ele resolveu perguntar a “atendente” se ela era uma pessoa de verdade ou se apenas um robô capaz de falar. Com uma risadinha recatada, ela respondeu: “Quê? Não, eu sou uma pessoa de verdade”. Insatisfeito e certo que aquilo se tratava de um robô ao telefone, Scherer forçou-a a dizer as palavras “Eu não sou um robô”. Sem sucesso. O robô fora “treinado” para dar respostas evasivas e sem sentido para despitar os mais desavisados.

Não demorou muito para a suposta atendente de telemarketing virar alvo de investigações por parte do pessoal da TIME. Repórteres telefonaram para o número de origem da ligação e todos eles foram atendidos pela mesma voz. Após vários questionamentos, ficou claro que a atendente, que disse se chamar Samantha West, repetia as respostas e definitivamente se tratava de um robô.

O papo mole era sempre o mesmo e a abordagem era feita por meio de perguntas como “você possui plano de saúde?”, “já é segurado por algum serviço?”, ou “tenho uma proposta excelente para você”. Caso a pessoa fosse identificada como um potencial cliente, Samantha transferia a ligação para uma outra atendente, dessa vez real, que tratava de fechar a venda. E foi em uma dessas transferências que um dos repórteres conseguiu falar com Bruce Martin, um gerente que afirmou desconhecer o uso de robôs para realizar tele-atendimentos no plano de saúde que depois foi identificado como sendo o Premier Health Inc.

No fim das contas, o gerente comprometeu-se a investigar o caso. Mas, de acordo com a própria TIME, um dia após o contato o número utilizado por Samantha não mais funcionava e o site do plano de saúde estava fora do ar. Torçamos para que as operadoras de celular do Brasil não descubram que isso é possível, ou então estaremos fritos.

 

Fonte: Canal Tech – 18/12/2013

 

FELIZ NATAL

 

natal

PRODUTO OFERECE SOLUÇÃO QUE PODE SALVAR SUA BEXIGA.

Sustentar a urina em situações como trabalho e longas viagens pode provocar problemas como infecção urinária e sepsemia.

Um dos problemas mais sérios enfrentados por operadores de telemarketing é a demora em ir ao banheiro. Com o tempo cronometrado, onde cada atendimento é decisivo para manter o cliente na empresa, a saúde acaba escanteada, e algo considerado supérfluo — como urinar — acaba sendo procrastinado por várias horas. O mesmo problema ocorre em longas viagens, ou até com pacientes em hospitais e unidades de atendimento móvel de urgência (SAMU).

Sustentar a urina no corpo, entretanto, é um risco sério à saúde. O organismo é programado para expelir, com a urina, impurezas e bactérias coletadas no sistema excretor. Logo, a demora em eliminar pode resultar em doenças dolorosas e, em certos casos, sérias — como infecções urinárias, sepsemia e, em casos extremos com pacientes mais frágeis, a morte.

Uma empresa catarinense, a B&B Plásticos, desenvolveu duas linhas de produtos para atender tanto as necessidades de pacientes (Papagaio transparente) quanto as de pessoas que simplesmente necessitam urinar quando não têm um banheiro à disposição (Papagaio viajante). “Foi fruto de muita pesquisa para seu lançamento, pois prevíamos nas principais cidades e estradas os grandes congestionamentos que só tendem a aumentar”, afirma Rafael Ferreira, diretor da B&B Plásticos.

image001

Segundo Ferreira a linha é útil para permitir que homens, mulheres, crianças e pessoas com necessidades especiais (principalmente cadeirantes) possam urinar discretamente em qualquer ambiente sem depender de um WC. “Ou na pior das hipóteses, para evitar o desaperto na própria estrada, onde ocorrem inúmeros casos de roubos e atropelamentos”, diz.

Como funciona?

O dispositivo é composto por um bocal de plástico injetado adaptável ao órgão genital masculino e feminino (o último modelo contém uma concha retrátil para facilitar a coleta da urina e um sachê com sabonete líquido e lenços) e um saco coletor opaco soldado ao bocal. Após o uso, o produto é armazenado através da sua alça aberta e fechado por uma tampa vedante. A urina pode ser descartada quando a pessoa for a um banheiro; já o produto pode ser higienizado e reutilizado.

image002

Ausência de urinóis

Segundo Ferreira, a falta de dispositivos apropriados nos hospitais e unidades móveis chega a colocar em risco a vida dos pacientes. “Nas ambulâncias não existem urinóis portáteis, constrangendo inúmeros pacientes por terem que urinar no chão ou até nas próprias calças”, afirma. O primeiro modelo, o Papagaio Transparente, foi desenvolvido para essa finalidade.

“O motivo do invento foram as observações de uma enfermeira no Rio Grande do Sul, com mais de 40 anos de experiência, em relação à alta incidência de infecção urinária contraída através do uso coletivo e da má esterilização do urinol usual de Inox”, lembra Ferreira. “Além disto, ela tinha muita dificuldade de visualizar o aspecto e o volume da urina que são informações essenciais para a enfermagem”, explica.

A partir do modelo hospitalar, foi desenvolvido o mais versátil, destinado ao público em geral, principalmente viajantes. Rafael garante que o produto está liberado pela Anvisa e que já foram vendidos, até o momento, cerca de 50 mil unidades.

DIA 09 DE DEZEMBRO – É CELEBRADO O DIA DA CRIANÇA ESPECIAL.

criancasespeciais

A criança portadora de necessidades especiais, além do direito, tem a necessidade de cursar uma escola normal. A instituição de ensino, na nossa cultura, é uma representante da sociedade. Portanto, alguém que frequenta a escola se sente mais reconhecido socialmente do que aquele que não frequenta.

Sabemos que infelizmente ainda existe preconceito quanto ao deficiente, seja qual for o problema ou o grau de deficiência apresentado.  Felizmente, hoje, tenta-se minimizar os efeitos de tantos anos de exclusão. Alguma evolução se percebe a partir da compreensão do que é a “deficiência”. Substituir “deficiente” por “especial” modifica um pouco a situação da criança, pois altera a nossa atitude quando compreendemos que existem necessidades especiais. Pensando assim, a criança portadora de necessidades especiais em uma sala de aula normal tem a chance de se sentir reconhecida. Um reconhecimento que humaniza.

Toda família com uma criança especial desenvolve uma dinâmica particular. Em geral, eles são receosos, preocupados e ansiosos, pois temem a discriminação. Quando a família se sente apoiada pela escola, esse sentimento se reflete também sobre a criança. Os pais precisam se sentir tão incluídos quanto seus filhos.

O importante é evidenciar que na escolarização de uma criança com necessidades especiais estão envolvidos, além da própria criança, seus pais, os terapeutas, os médicos e os educadores. Cabe à escola acolher essa criança, fazer tudo o que estiver ao seu alcance para que se beneficie do contexto escolar.

Vamos aproveitar esta data para acabar com o preconceito e incluir os pequenos cada vez mais na sociedade!

Fonte: blogs. odiario. com/odiarionaescola/2012/12/07/dia-da-crianca-especial/

DIA 08 DE DEZEMBRO – DIA DA FAMÍLIA

DIA_DE_LA_FAMILIA

 

 

A família é merecedora de uma data comemorativa. Em razão da sua importância para a vida de todos, o dia 08 de dezembro foi criado pelo governo federal, para que estas pudessem ter um dia para se reunir.

A família é o primeiro contato de uma criança, suas relações com outras pessoas, onde aprende a se comportar bem, como respeitar ao seu próximo. É na família que devemos encontrar amor, carinho e proteção, porém não é isso que acontece sempre.

Família – diversão e união

Algumas crianças são maltratadas em suas casas, por seus pais e irmãos e, não suportando o sofrimento, fogem e vão morar nas ruas, vivem solitárias, passam frio, fome e outras necessidades.

Hoje em dia os modelos familiares mudaram muito, existem famílias de pais divorciados, famílias de pais solteiros, famílias onde os avós tomam conta dos netos, enfim, uma grande variedade. Mas essas diferenças não impedem que as pessoas sejam felizes e que se tratem com respeito, consideração, amor, carinho e atenção, valores que mantém os laços de afetividade bem definidos dentro do grupo.

Cada um deve viver sem se preocupar com a estrutura familiar das outras pessoas, nem com a estrutura econômica, pois essas comparações podem causar intrigas que afastam os familiares. Cada um deve viver com aquilo que tem, da maneira que pode e consegue.

As pessoas devem sempre procurar manter uma relação de amizade e respeito com todos de sua família, fazendo reuniões para encontrarem, conversarem e se divertirem de forma agradável. Visitar a casa dos avós, bisavós, tios e primos também é uma forma saudável de convivência familiar, pois torna as pessoas mais unidas, mais amigas umas das outras.

Por Jussara de Barros

Pedagoga

Equipe Escola Kids

Fonte: www. escolakids. com/dia-da-familia .htm

 

04 DE DEZEMBRO – DIA DO ORIENTADOR EDUCACIONAL

professor

A Orientação Educacional é uma especialidade da Pedagogia que pode ser obtida através de habilitação incorporada na própria licenciatura ou por meio de curso específico de especialização.

O papel da orientação não deve ser visto somente como uma vertente pedagógica que trabalha simplesmente com ações terapêuticas e preventivas na esfera escolar, acima de tudo, a orientação é a peça fundamental para o equilíbrio, andamento e favorecimento da qualidade do serviço prestado pelas instituições de ensino aos pais, alunos e comunidade.

Tanto no Serviço de Orientação Educacional (SOE), como no Serviço de Orientação Pedagógica (SOP), será a pedagoga/orientadora a profissional habilitada e capacitada para apoiar, minimizar, resolver e oferecer ajuda aos pais, professores e alunos diante nas demandas bio-psico-sociais da rotina escolar que envolvam a aprendizagem e o desenvolvimento educacional.

Deve-se tomar muito cuidado por que cada habilitação corresponde a ação efetiva de um determinado profissional e a Orientação Educacional, por exemplo, em algumas instituições de ensino, está sendo praticada por profissionais de outras áreas, o que não é correto nem muito menos ético, pois cada profissional deveria agir dentro daquilo que sua formação o qualifica.

Vale lembrar que grande parte dos problemas enfrentados hoje em dia no meio escolar, ocorrem por que os profissionais não estão qualificados especificamente para atuarem na orientação; seja ela educacional ou pedagógica; causando com isso um grande mal estar e gerando problemas que poderiam ser evitados.

O Código de Ética dos Orientadores Educacionais é bem claro e tem por objetivo principal estabelecer normas de conduta para o exercício da profissão, bem como deixa evidente que só podem intitular-se Orientadores Educacionais, os profissionais legalmente habilitados segundo os termos da legislação em vigor e mediante as atribuições da Pedagogia.

Que o dia de hoje sirva de alerta e reflexão para que a profissão de Orientadora Educacional seja valorizada e conquiste finalmente o espaço de respeito e dignidade que é seu de direito.

Fonte: www.olharpedagogico.com

%d blogueiros gostam disto: