Arquivo diário: 2011/07/28 9:45:01 PM

Família de Amy Winehouse diz que ela morreu por abstinência de álcool

Do G1, em São Paulo

Amy Winehouse durante show em Belgrado, em que foi vaiada (Foto: AP)Amy Winehouse durante show em Belgrado, em
junho, quando foi vaiada (Foto: AP)

Em entrevista publicada pelo site do tabloide “The Sun” nesta quinta-feira (28), a família de Amy Winehouse disse que a cantora morreu por abstinência de álcool. Segundo o jornal britânico, “ter parado completamente de beber durante três semanas teria sido um choque letal para seu corpo minúsculo”.

Fontes da família disseram que Amy morreu depois de ignorar o conselho de seu médico para reduzir o seu consumo excessivo de forma gradual.

De acordo com o “The Sun”, parentes da cantora acreditam que ela morreu graças a uma crise de abstinência. Apesar dos depoimentos revelados pelo jornal, Amy foi vista bebendo gim e energético em sua última aparição pública, três dias antes de morrer.

Uma necrópsia realizada nesta segunda-feira (25) no corpo de Amy Winehouse obteve resultados inconclusivos sobre o motivo de sua morte. Amostras de sangue e tecidos foram colhidas para analisar a presença de drogas, álcool ou outras substâncias suspeitas no corpo de Amy.

Os resultados dos exames toxicológicos devem sair entre duas e quatro semanas.

Anúncios

Mulher de quase 2,4 metros de altura pede ajuda no RS

Kátia Rodrigues, 48, sofre de gigantismo e precisa de andador.
Por causa da altura, ela não caminha e não terminou os estudos.

Do G1, em São Paulo

A mãe de Kátia Rodrigues, 48 anos, pede ajuda para que a filha consiga um andador em Gravataí (RS). Kátia sofre de gigantismo e, por causa de sua altura, que chega atualmente a cerca de 2,37 metros, não consegue mais andar.

Gaúcha tem 2,37 metros e mora na cidade de Gravataí (Foto: Fernando Gomes/Ag. RBS)
Gaúcha tem 2,37 metros e mora em Gravataí (RS)
(Foto: Fernando Gomes/Ag. RBS)

“Ela não consegue mais andar”, diz Clari Rodrigues, mãe de Kátia. “A fisioterapeuta indicou um andador especial. Nem sei dizer o quanto custa.”

Segundo Clari, a filha completou os estudos apenas até a 8ª série. Hoje, recebe tratamento gratuito custeado pelo estado para tentar não crescer mais.

O gigantismo foi percebido aos três meses de idade. O aparelho recomendado é um andador com material para suportar o peso de Kátia. “Ela quer fazer as coisas que fazia antes”, diz a mãe.

Kátia também pode ser a mulher mais alta do mundo, se confirmada sua altura.

Segundo o Guinness Book, Livro dos Recordes, a mulher mais alta de todos os tempos foi a chinesa Zeng Jinlian, que media 2,48 metros.

Hoje, a considerada mais alta é a chinesa Yao Defen, que tem 2,34 metros.

%d blogueiros gostam disto: